18 / Novembro / 2017

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Materiais ver todas os artigos desta secção

Fachada ventilada e janela de sótão vencem Prémio Inovação 2010

14 de Maio de 2010 às 15:42:41

tamanho da letra:

Materiais

Este ano, foram dois os vencedores ex-aequo do Espaço Inovação 2010: a fachada ventilada “Quadroclac”, da empresa Horácio Costa, e a janela de sótão a energia solar, da Velux Portugal.

Janela Velux

Entre cerca de uma centena de produtos, o júri do Espaço Inovação Tektónica 2010 decidiu, este ano, atribuir o primeiro prémio a dois produtos que se destacaram pela inovação evidenciada através da sua funcionalidade, técnica e estética.
Assim, a fachada ventilada “Quadroclac”, da empresa Horácio Costa Lda., foi uma das premiadas com o galardão máximo “pelas valências tecnológicas e estéticas associadas a formatos de grande dimensão”, referiu o júri do prémio.
Por sua vez, a janela de sótão a energia solar, da Velux Portugal, foi o outro produto galardoado com o primeiro lugar devido às “suas características funcionais, em especial a sua fácil utilização e a autonomia energética”.
Foram ainda atribuídas três menções honrosas: uma para o painel solar “Revigrés Solar Plus”, pela associação da componente solar voltaica com revestimentos cerâmicos de fachada; ao equipamento sanitário “Solução W+W” da Roca, pela possibilidade de recuperação de águas e um design inovador; e a outra menção honrosa foi atribuída à Geogrelha Arco Vertical, da empresa Atlanlusi Europe, “por permitir a integração de elementos naturais na construção”.
Recorde-se que o Espaço Inovação é uma iniciativa que tem lugar desde a 1ª edição da Tektónica e que pretende demonstrar o potencial inovador das empresas portuguesas.
O júri que apreciou as cerca de 80 candidaturas ao Espaço Inovação 2010 considerou que “os expositores da Tektónica manifestaram-se particularmente empreendedores na apresentação de novos produtos e soluções com características inovadoras” , tendo este ano sido “muito fértil em termos de apresentação dos produtos que irão trazer grandes benefícios para os projectos de construção”.
As candidaturas foram analisadas por um júri composto por representantes da AECOPS, IADE, LNEC, Ordem dos Arquitectos e Ordem dos Engenheiros.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.