29 / Setembro / 2020

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Materiais ver todas os artigos desta secção

Sistema Greenroof da Isopan equipa primeiro edifício nZEB de um campus universitário

13 de Fevereiro de 2020 às 09:05:28

tamanho da letra:

Materiais

O sistema de cobertura verde GreenRoof da Isopan foi selecionado para equipar o primeiro edifício com consumo de energia quase nulo (nZEB) construído dentro de um campus universitário.

Fotografia: Marco Bossi e Simone Dadda

O VELUXlab é um centro de investigação para o desenho de edifícios de alta eficiência, localizado na Universidade Politécnica de Milão (UPM). Desde o ano passado, conta com uma nova cobertura ajardinada que foi construída com o sistema.
Além da sua classificação Classe A+, segundo o protocolo de certificação energética CENED, o centro é também a primeira “Active House” certificada em Itália com uma etiqueta “as-built” (desde a sua construção). “Desde a sua construção em 2011, o laboratório tem vindo a incorporar novas soluções construtivas para a sua posterior avaliação e análise. Desde há alguns meses que a sua cobertura de 105 m2 passou a constituída por painéis sanduíche com núcleo de poliuretano, melhorando o isolamento térmico do edifício, e ficou ainda mais “verde” ao ser adicionada em parte da sua superfície uma camada de substrato vegetal”, destaca a Isopan em comunicado.
A nova cobertura verde de inclinação variável foi construída com o sistema GreenRoof da Isopan em 15 dias. Segundo explica o fabricante, “a solução construtiva é composta por 31 painéis isolantes de poliuretano ISODECK PVSteel que se caracterizam pelo colaminado de uma membrana de revestimento externo sintético impermeável com 40 mm de espessura da Renolit. Na maior parte desta cobertura foram aplicadas camadas de “Crasulácea sedum”, um tipo de plantas idóneas para a construção de coberturas extensivas. Para a sua instalação, procedeu-se à soldadura de perfis metálicos de contenção à camada sintética colaminada aos painéis, para posteriormente colocar um sistema de recolha e drenagem de água da Daku e, finalmente, preencher com um substrato específico e vegetação autóctone”.
O projeto VELUXlab teve início em 2011, quando a empresa VELUX Itália decidiu construir um laboratório experimental na Universidade Politécnica de Milão. O edifício foi totalmente remodelado por uma equipa da mesma universidade, dirigida pelo engenheiro e professor de desenho e inovação tecnológica da Faculdade de Engenharia da Construção e Arquitetura, Marco Imperadori. O centro converteu-se assim no protótipo de um edifício de alta eficiência energética e num exemplo real para estudar o desenvolvimento sustentável no desenho, gestão e manutenção dos edifícios do futuro. Com este projeto consegue-se mostrar, também, a constante e cuidadosa atividade de investigação no desenho e redesenho de soluções para as áreas envolventes de edifícios de alta eficiência, incorporando também inovadoras características sensoriais e de automatização para as habitações.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.