20 / Novembro / 2019

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Materiais ver todas os artigos desta secção

BMI Portugal lança telha de alta performance para o setor da reabilitação

10 de Outubro de 2019 às 13:50:14

tamanho da letra:

Materiais

A BMI Portugal acaba de lançar a nova telha Marselha MG Plus, que se destaca, segundo o fabricante, “pela avançada tecnologia de fabrico e características que a tornam especialmente indicada para o mercado da reabilitação”.

Combinar “a versatilidade líder em obras de reabilitação” com “a durabilidade e garantia de um avançado processo de fabrico” é a proposta da Marselha MG Plus, desenvolvida pela BMI Portugal na sequência de um trabalho de recolha de opiniões junto dos profissionais do mercado. “Sentimos que havia uma necessidade clara no setor da reabilitação e colocámos todos os nossos esforços no desenvolvimento de um produto que oferecesse exatamente aquilo que o mercado necessitava”, comenta Pedro Abrantes, diretor comercial da BMI Portugal.
A nova telha Marselha MG Plus mantém o perfil da anterior Marselha MG, já produzida em moldes de gesso, mas que agora é produzida num processo mais avançado e que a posiciona numa gama média/alta, explica Pedro Abrantes. “A nova Marselha MG Plus é cozida a uma temperatura maior, a 1025 graus, o que lhe confere maior resistência mecânica e uma taxa de absorção menor, aumentando, assim, a sua durabilidade, principalmente face ao gelo”. Este novo processo de fabrico reservado para a “Plus” garante ainda “uma maior planaridade e exatidão geométrica, permitindo oferecer um produto de linhas perfeitas”, sublinha o mesmo responsável. As novas características de fabrico permitem ainda oferecer uma garantia de 35 anos.
A nível logístico, foi estudada uma embalagem optimizada de 288 unidades, agrupadas em pacotes de 6 peças, para permitir um fácil manuseamento no transporte das mesmas em obra, aligeirando e facilitando o seu processo de instalação.   
A estas novas dotações de tecnologia de produção, a nova Marselha MG Plus adiciona uma proposta exclusiva ao setor da reabilitação, uma vez que mantém o passo variável da Marselha MG, e que vai até aos 65mm, o que faz dela a telha com o maior passo variável do mercado. “Esta característica permite o aproveitamento dos ripados antigos, podendo ajustar a telha sem qualquer necessidade de intervenção ou substituição dos mesmos e mantendo a performance, nomeadamente ao nível da estanqueidade”, conclui-se em comunicado.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.