15 / Dezembro / 2019

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Materiais ver todas os artigos desta secção

Danosa incorpora nos edifícios solução que absorve o NOx dos veículos a partir da luz solar

09 de Maio de 2019 às 12:08:25

tamanho da letra:

Materiais

A Danosa acaba de adicionar aos seus sistemas de impermeabilização a linha NOX®, uma solução descontaminante de fotocatálise que contribui para reduzir a presença de partículas de óxido de nitrogénio emitidas por veículos de combustão e que tanta poluição gera nas grandes cidades.

Combater a poluição do ar e os seus efeitos nos centros urbanos tornou-se numa das principais preocupações dos municípios. Mas, para além de limitar o tráfego ou reduzir a emissão de gases na indústria, já é possível diminuir esse problema através de materiais de construção. De fato, de acordo com os dados considerados no setor, uma cobertura padrão de 1.000 m2, na qual esta solução é incorporada, poderia absorver anualmente o NOx emitido por mais de 500 veículos, garante a Danosa.
Segundo explica a empresa, esta película de impermeabilização descontaminante absorve as emissões de NOx - principalmente de motores a diesel - com a ajuda da luz solar, transformando-a em sais minerais, e elimina-a com a água da chuva. O fotocatalisador da mais recente tecnologia contém um agente purificador que é ativado pela radiação solar, causando um efeito permanente ao longo da vida da impermeabilização
Além disso, este tipo de sistemas, projetados para uma nova construção ou reabilitação de edifícios industriais e residenciais, tem um acabamento branco, altamente refletante à luz solar, que diminui a absorção térmica do edifício e, finalmente, reduz as suas necessidades energéticas. Um fator importante, tendo em conta que mais de um terço das emissões emitidas para a atmosfera vem de edifícios, especialmente os mais antigos, que se tornaram grandes predadores de energia.
A Danosa também quis incorporar uma formulação específica chamada "Plus" no seu sistema de impermeabilização, um componente que fornece uma garantia de durabilidade e impermeabilidade até 20 anos.

Coberturas ajardinadas

Comprometida com a sustentabilidade das suas soluções e do seu impacto no meio ambiente, a Danosa já projetou outros produtos para reduzir a poluição nas cidades. Exemplo disso são as coberturas ajardinadas, outra solução com efeitos descontaminantes e também estéticos que integram a vegetação em prédios e que podem vir a valorizar moradias e hotéis em até 12% mais, segundo estimativas da Danosa.
Estas coberturas capturam gases poluentes e nocivos, estabilizam as condições térmicas do edifício, proporcionam frescura e sombra no verão perante a intensa radiação solar, regulam melhor a drenagem e a evacuação da água da chuva, e também reduzem a quantidade de dióxido de carbono emitido para a atmosfera.
Uma autêntica vantagem ambiental que alguns partidos políticos já contemplam no seu programa eleitoral nas eleições autárquicas. As coberturas ajardinadas permitem compensar a falta de áreas verdes nos centros urbanos, melhorando a qualidade e reduzindo a poluição do ar, agindo como sorvedouro de dióxido de carbono, ao mesmo tempo que  representa uma melhoria para o edifício em termos de impermeabilização, isolamento térmico e acústico.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.