11 / Dezembro / 2019

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Materiais ver todas os artigos desta secção

Cortiça da Sofalca dá corpo a casa em Arcos de Valdevez

07 de Novembro de 2013 às 14:54:32

tamanho da letra:

Materiais

O arquiteto Aníbal Remo da Cunha escolheu a cortiça de alta densidade da Sofalca para a construção da “The Cork House”, um projeto arquitetónico localizado em Arcos de Valdevez, que foi inspirado pelo respeito pela matéria-prima e pelo seu aproveitamento.

“O conceito por detrás do projeto “The Cork House” visa o respeito pela natureza e pelo espaço em que esta se insere. Assim, a “The Cork House”, erguida em Arcos de Valdevez, é uma casa 100% ecológica e com um consumo energético muito baixo.
Esta é também a primeira casa integralmente feita com revestimento de cortiça. Trata-se de uma casa de dois pisos muito austera, para duas pessoas, com uma área total de 96 m2 e totalmente integrada na natureza, já que a “The Cork House” foi construída diretamente sobre rocha escavada para o efeito”, descreve em comunicado a empresa responsável pelo fornecimento do material.
Para o revestimento da “The Cork House”, o arquiteto utilizou cortiça Sofalca de 7 cm de espessura. Foi utilizada cortiça no revestimento devido às suas propriedades únicas de isolamento térmico e acústico. Remo da Cunha já havia trabalhado com a cortiça da Sofalca, tendo realizado alguns testes de resistência do material às adversidades do tempo antes da construção do projeto. A comercialização e apoio técnico foram efetuados pela Isocor- Aglomerados de Cortiça, ACE.
“É um dos melhores, se não o melhor, material para isolamento. Antes, aplicava-se a cortiça sempre de forma escondida no revestimento interior das paredes, mas isso mudou. A Sofalca consegue ter uma maior densidade na sua cortiça, o que a torna mais resistente, tanto acústica, como termicamente, e permite a aplicação exterior. A Sofalca foi escolhida também por ter uma forma de produção 100% natural, o que garante uma longevidade maior do material”, refere Remo da Cunha. O arquiteto está plenamente satisfeito com o resultado final do projeto, referindo ainda que o comportamento da cortiça face ao frio e às intempéries “é brilhante”. Por último, referiu ainda que a parceria com a Sofalca se deve à boa recetividade e rapidez de resposta por parte da empresa face a este tipo de projetos: “São especialistas e têm respondido sempre positivamente a todo o tipo de questões que vão surgindo. Estão sempre a melhorar produto e têm uma grande abertura para este tipo de projetos”.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.