25 / Setembro / 2022

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

ARTsolutions assina design de iluminação do empreendimento “Casal Ribeiro 37”

09 de Agosto de 2022 às 09:26:34

tamanho da letra:

Empresas

A ARTsolutions group foi convidada pelo Grupo Stakecorp para a conceção do “lighting design” e otimização de custos do projeto “Casal Ribeiro 37”, em Lisboa, um investimento na ordem dos 30 milhões de euros e que conta com a assinatura do gabinete de arquitetura Saraiva + Associados.

Neste projeto da ARTsolutions, o destaque vai para a iluminação dos exteriores, que realça a traça arquitetónica dos quatro emblemáticos edifícios dos finais do século XIX, início do século XX, que compõem o empreendimento.
Em causa está “um aglomerado habitacional com uma estética eclética, que conjuga apontamentos decorativos geométricos e luxuosos. 
“Dado o enquadramento do Casal Ribeiro 37, a sua escala e, por conseguinte, o seu impacto no “perfil da Rua”, a ARTsolutions group desenvolveu um conceito de iluminação que destaca(…) o ritmo de vãos do imponente gaveto e proporciona(…) um reforço de luz ao nível dos pisos mais próximos da cota da rua. Com a solução preconizada, reduzimos significativamente custos e conseguiu-se reforçar a identidade do empreendimento. Procuramos sempre a melhor conjugação dos vários tipos de iluminação, técnica/decorativa de interior e de exterior, acompanhando sempre as orientações da arquitetura e a componente financeira dos clientes. O objetivo é gerar emoções com a iluminação, melhorar o conforto no espaço e ajudar a dinâmica de vendas, da manutenção e o controlo de custos do investimento”, explica, em comunicado, o CEO da empresa, Tiago G. da Costa. 
A Stakecorp – Fundo Capital de Risco, que até agora atuava apenas na área da hotelaria , decidiu investir neste empreendimento de luxo, com 77 apartamentos, de  tipologias T0 a T4, que dispõem de piscina comum, ginásio e de outras comodidades como segurança 24 horas e serviço de “conciérge”, com preços que variam entre os 500 mil euros para as tipologias mais pequenas e 1,5 milhões de euros para as tipologias maiores. Com uma área aproximada de 10 mil m2, dos quais quatro mil m2 são subterrâneos, o conjunto é desenhado em forma de V. No interior dos quatro blocos definem-se estilos e conceitos inovadores e distintos: o Action, o Selection, o Collection e o View.
Para Eurico Almeida, CEO da Stakecorp, o objetivo do “Casal Ribeiro 37” é captar clientes que pretendam viver em permanência no condomínio. 
“O que queremos é que sejam casas para famílias portuguesas ou estrangeiras que queiram mesmo viver neste local”, recordando ainda que “a recuperação do Casal Ribeiro 37 preservou a identidade histórica do edifício, não só nas fachadas como no interior, evidenciando a sua elegância original”. 

 




 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.