14 / Dezembro / 2019

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Gabriel Couto constrói residência universitária para o gupo Smart Studios

26 de Novembro de 2019 às 15:50:16

tamanho da letra:

Empresas

A construtora Gabriel Couto foi a empresa selecionada para a construção do novo edifício de co-living Santa Apolónia Smart Studios, projeto promovido pela empresa Smart Studios e com abertura prevista para maio de 2020.

Localizado em Lisboa, à beira Tejo, e a uma curta distância da estação de comboios de Santa Apolónia, este novo projeto, com a assinatura do atelier de arquitetura Pereira Miguel Arquitetos, será o resultado da remodelação e reconversão do antigo edifício industrial da gráfica da CP.
As diferentes unidades de alojamento, distribuídas por cinco pisos, terão várias tipologias, sendo que todas elas usufruem de um quarto ou mais, de uma instalação sanitária privada, de uma kitchenette, secretária, e mesa de refeições.
Numa área de construção de 4287 m2, existirão zonas de lazer distribuídas pelos diferentes pisos, espaço exterior e uma biblioteca, de forma a apoiar os 114 quartos.
A Smart Studios foi criada em 2015 com o objetivo de criar micro apartamentos acessíveis para arrendamento com o sistema tudo incluído. Com o crescimento do segmento de co-living e das residências universitárias em Portugal, a Smart Studios continua a investir e a aumentar o seu portfólio. Na atualidade, conta já com seis edifícios a funcionar, em Lisboa e Coimbra, mas até 2021 são esperados mais 1500 novos apartamentos.
O Santa Apolónia Smart Studios terá capacidade para um total 14 studios para aluguer de longa duração, dirigidos a estudantes e jovens profissionais deslocalizados em início de carreira. Dada a proximidade deste empreendimento ao complexo Hub Criativo do Beato, este empreendimento posiciona-se para colmatar a falta de studios na zona e desenvolver o conceito de co-living, integrando também um co-working para os futuros residentes. O pipeline a atingir são os 2700 apartamentos, pelo que a empresa continua à procura de novas oportunidades de investimento, em particular, em Lisboa e no Porto, estimando um investimento global na ordem dos 125 milhões de euros.
Para Daniel Costa, diretor Comercial do Grupo Gabriel Couto, “esta empreitada constitui (…) um sinal inequívoco da confiança que este tipo de grupo investidor tem vindo a depositar na competência técnica apresentada pela nossa empresa, como entidade responsável pela construção de grandes projetos residenciais e imobiliários.”
Recorde-se que, no início deste ano, foi adjudicada à empresa Gabriel Couto um outro empreendimento (residência universitária) correspondente a um investimento global superior a 15 milhões de euros, localizado no Porto.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.