20 / Outubro / 2018

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

dst solar implementa projeto de 2 mw no parque industrial do grupo Polopique

18 de Julho de 2018 às 11:41:13

tamanho da letra:

Empresas

A dst solar, empresa do dstgroup que opera no setor do solar fotovoltaico, foi a responsável pelo projeto, fornecimento, instalação e comissionamento de três centrais fotovoltaicas, atualmente em plena operação, no parque industrial do grupo Polopique, no Vale do Ave.

A empresa, que prevê faturar mais de sete milhões de euros este ano, teve a seu cargo a solução integrada, num conjunto de 2.1 MW de potência instalada, dividida por três unidades solares fotovoltaicas, no valor de dois milhões de euros.
As soluções agora em operação têm como objetivo a produção de energia elétrica para autoconsumo, o que contribuirá, “por um lado, para o aumento da competitividade da empresa e, por outro, para a diminuição da sua pegada ecológica”, salienta-se em comunicado. A produção estimada, em ano médio, ascende a mais de 2800 MWh, o que corresponde ao consumo anual de mais de 800 famílias e evita a emissão de mais de 500 toneladas de CO2 por ano.
“A dst solar continua assim no seu caminho de afirmação no mercado do solar fotovoltaico, onde conta com um importante portfólio de clientes, entre os quais se destacam grandes unidades industriais de diversas áreas de atuação, nomeadamente na área têxtil, calçado, moldes e produção animal, entre outros, num sinal claro de que a competitividade das soluções solares fotovoltaicas está em crescendo quando comparado com os custos crescentes das empresas com consumo de energia elétrica”, refere-se no mesmo comunicado.
Segundo José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do dstgroup, “a aposta do grupo, desde há muitos anos, na economia do ambiente, assente no desenvolvimento sustentável e num futuro mais ecológico, permitiu-nos estar na primeira linha da revolução energética causada pela produção descentralizada, numa lógica de autoconsumo”, acrescentando ainda que “a tecnologia fotovoltaica tem mostrado estar já num avançado estágio de concorrência com o valor da energia elétrica fornecido pelas comercializadoras.”

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.