26 / Maio / 2018

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Investimento de 38 milhões do dstgroup com um único arrendatário

04 de Maio de 2018 às 09:56:09

tamanho da letra:

Empresas

O dstgroup, com a colaboração da Predibisa e a WORX, fechou o contrato de arrendamento Urbo Business Centre.

Em comunicado, o senhorio afirma que esta é “a maior operação de arrendamento de um edifício de escritório para um único ocupante de que há registo no mercado imobiliário do Grande Porto”.
O Urbo Business Centre, que terá como principal inquilino, a partir de 2019, o BNP Paribas, é o primeiro de uma nova geração de empreendimentos de escritórios da dstrealestate, imobiliária do dstgroup.
Resultante de um investimento de 38 milhões de euros, o Urbo Business Center é o maior empreendimento de escritórios em desenvolvimento na Área Metropolitana do Porto com a chancela da dstrealestate. Assinado pelo Arquiteto Nuno Capa, o projeto, localizado no centro do Porto, junto à rotunda AEP, em Matosinhos, conjuga “design arrojado com arquitetura vanguardista e aposta nas mais recentes e inovadoras valências tecnológicas e nas mais modernas soluções de eficiência energética, o que lhe permitirá obter a certificação Breeam Good”, acrescenta-se no referido comunicado.
Com uma área total de construção de 25.616 m2, este centro de negócios é composto por um total de oito pisos, seis dos quais acima do solo, destinados a serviços e unidades de negócio de retalho, e os restantes dois direcionados para estacionamento com capacidade para 200 lugares.
O projeto desenvolvido pelo dstgroup e construído pela Cari conta na sua construção com a participação de várias empresas do dstgroup, nomeadamente a bysteel, responsável pelo projeto de estruturas do edifício e solução de construção metálica, a dte, com intervenção nas áreas de instalações elétricas, AVAC e instalações especiais, e a bysteel fs, que assinou o sistema de fachadas envidraçadas prefabricado.
Para José Teixeira, presidente do conselho de administração do dstgroup, “o Urbo Business Center é um projeto do qual muito nos orgulhamos, sobretudo porque representa muito daquilo que o grupo antevê como o futuro do imobiliário, isto é, o desenvolvimento de soluções “chave na mão”, numa perspetiva inovadora, com recurso a soluções técnicas e ambientais inovadoras, desenvolvidas e produzidas internamente pelo grupo”. O projeto materializa a visão e ambição de futuro do grupo, já que “todas as soluções, desde a construção de toda a superestrutura do edifício em estrutura metálica até à utilização de sistema de fachadas prefabricadas envidraçadas e passíveis de certificação junto dos referenciais mais exigentes como o Breeam, foram exclusivamente desenvolvidas no seio do nosso grupo pelas nossas empresas”, sublinha aquele responsável.
O Urbo Business Center é comercializado em regime de co-exclusividade pela Predibisa e JLL, sendo que o negócio de arrendamento agora assinado foi concretizado pela Predibisa, enquanto representante da dstrealestate, e pela WORX, em representação do BNP Paribas.

Projeto concebido em ambiente BIM reduz para metade tempo de construção

Construído pela CARI, com a participação de três empresas - dte, bysteel e bysteel fs - do dstgroup, o Urbo Business Center foi concebido com recurso a soluções e técnicas inovadoras integradas em ambiente BIM, desenvolvidas e produzidas internamente ainda em fase de projeto, “o que permitiu uma adequada compatibilização e coordenação das diferentes especialidades. Esta metodologia conduziu a uma solução final integrada e mais eficiente, o que facilitou a antecipação dos principais desafios desta obra e permitiu encontrar a solução final que, além de acrescentar qualidade, reduziu para metade o tempo de construção do edifício”, refere-se ainda no referido comunicado.
A bysteel é responsável pela conceção, fabrico e montagem das estruturas metálicas e dos sistemas de fachadas deste empreendimento, cuja arquitetura arrojada e fachada futurista envolveu 850 toneladas de estrutura metálica, 7.225 m2 de fachadas, 500 ml de guarda-corpos e 6.000 m2 de compósito. A obra, com esqueleto estrutural revestido a alumínio, mas à vista, destaca-se ainda pela fachada em vidro. Por sua vez, a dte tem a cargo os trabalhos das especialidades de AVAC e eletricidade - iluminação, média tensão, deteção de incêndio e CCTV -, sendo ainda responsável pela realização dos trabalhos de arranjos exteriores.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.