22 / Abril / 2018

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Smart Cities inspiram nova marca do grupo dst

13 de Abril de 2018 às 11:49:26

tamanho da letra:

Empresas

A mosaic é a nova marca do grupo dst, criada com o objetivo de abordar, de forma integrada, o mercado das Smart Cities.

Apresentada hoje na Portugal Smart Cities Summit 2018, em Lisboa, a marca, que pretende criar uma rede que ligue as pessoas ao território, quer sejam vilas, aldeias ou cidades, vai agregar uma ampla variedade de tecnologias e competências de várias áreas - engenharia, energia, comunicações e ambiente -, que, até ao momento, eram disponibilizadas aos clientes, de forma isolada, por cada uma das empresas do grupo dst.
“Com base num portfólio diferenciador de competências internas, “a mosaic oferece ao mercado soluções tecnológicas que representam uma resposta completa aos desafios dos seus clientes, ao invés de vender produtos e serviços de forma avulsa e que requerem a integração pelo próprio cliente” revela em comunicado José Teixeira, presidente do conselho de administração do grupo dst. Ou seja, “não vendemos plataformas tecnológicas ou aplicações informáticas, mas soluções que dão resposta a problemas reais ou a oportunidades de melhoria através da inovação tecnológica”, explica.
Promover a economia circular, o controlo das infraestruturas da cidade e um ambiente sustentável; aproximar o decisor ao cidadão, através de serviços universais e de proximidade, centrados no aumento do bem-estar e no exercício da cidadania com uma maior participação; e promover a coesão e a inovação social, cultural e territorial são os três eixos fundamentais que sintetizam a operação da mosaic, que ambiciona “construir as smart cities do futuro”.
Direcionada fundamentalmente para autarquias e comunidades intermunicipais, assim como para entidades públicas e privadas com diferentes escalas de atuação territorial no âmbito da gestão dos ativos ambientais, infraestruturas e redes de distribuição de energia e água, a nova marca do grupo dst aposta fundamentalmente em “soluções centradas na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos”.

Uma nova marca, uma experiência de décadas

“A personalização de cada projeto, em função das necessidades de cada cliente, permite desenhar e construir soluções adequadas ao território, garantindo não só a melhor adaptação das soluções, mas também uma maior agilidade nas respostas aos clientes e a possibilidade de criar uma base de conhecimento local”. Esta é, de acordo com José Teixeira “uma das características diferenciadoras da mosaic que beneficia do conhecimento profundo das cidades e dos territórios, onde o grupo dst detém já uma experiência acumulada de décadas”.
A “diminuição do risco percebido pelos clientes é também uma das principais vantagens da mosaic”, sublinha, uma vez que “no desenvolvimento das soluções à medida, são utilizados referenciais de outras soluções aplicadas anteriormente com sucesso, pelas empresas do grupo dst, a que se junta uma execução faseada e escalada, através de protótipos e pilotos de âmbito mais reduzido”. 
A abordagem industrial importada da atuação do grupo dst noutros setores, que se destaca pela grande orientação ao processo e não só ao produto, acrescenta “robustez, replicabilidade e escalabilidade aos projetos, cuja intervenção serve todo o território, sejam cidades, vilas ou aldeias”. Na verdade, a mosaic ambiciona ultrapassar fronteiras e implementar projetos nas geografias onde o grupo está presente.

Smart Cities: mais eficiência e mais cultura

Mais do que soluções técnicas e tecnológicas, a mosaic pretende transpor para o mercado a sensibilidade cultural que caracteriza toda a atividade do grupo dst, materializada na assinatura própria: “Building Culture for Smarter Cities and Communities”. A incorporação dos valores do grupo dst à mosaic, entre os quais a responsabilidade social, a solidariedade ou a estética, adquirem uma nova dimensão quando aplicados no âmbito das smart cities.
Com esta nova marca, o grupo dst pretende reforçar a sua filosofia de negócio com uma abordagem que conjuga componentes tecnológicas de ponta com ativos intangíveis, como a sensibilidade cultural ou a preocupação artística. A título de exemplo, refira-se a minimização do impacto ambiental na paisagem urbana dos ativos físicos que integram cada solução, como sejam sensores ou antenas, entre outros suportes.
O presidente do conselho de administração do grupo dst enfatiza que “a mosaic representa a conjugação tecnicamente precisa e artisticamente diferenciadora da experiência acumulada pelo grupo nesta área durante os últimos anos, através de um número já significativo de projetos, agora enriquecida pelo início de um novo ciclo de investimento em inovação que justifica o lançamento desta nova marca”. Nesta área dos novos negócios derivados da mobilidade, do uso da energia e da relação dos consumidores com as cidades, “o grupo dst está, sem qualquer dúvida, onde tem de estar. Está na pole position na oferta de soluções smart cities”.
E conclui “o objetivo é continuar a investir, continuar a semear, continuar a aprender, para tirar o melhor proveito das valências da atual inovação tecnológica e para que, imbuídos no espírito do grupo dst de se reinventar a si próprio a cada ano, se continue a trabalhar em prol de uma contínua renovação e evolução”.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.