16 / Outubro / 2018

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

dst com nova obra de dois milhões de euros

11 de Janeiro de 2018 às 12:35:30

tamanho da letra:

Empresas

O grupo dst está a construir, em Guimarães, o Centro de Logística Bolama Supermercados. A empreitada, avaliada em mais de dois milhões de euros, envolve várias empresas do grupo, nomeadamente a construtora dst, a dte – instalações especiais, a tconcrete e a tmodular.

Em causa está um entreposto que servirá de base de controlo e distribuição para toda a cadeia de supermercados Bolama.
Em comunicado adianta-se que “a obra nasce nas antigas instalações da fábrica Josim, em Ronfe, pelo que os trabalhos englobam a conservação da fachada existente que será a fachada principal da zona administrativa, onde existirá uma área social, escritórios e salas de apoio. A restante intervenção implica a construção de um edifício em estrutura de betão armado pré-fabricado, com fachadas em painel e cobertura em deck”.
À área de construção, de cerca de 6000 m2, somam-se ainda 9926 m2 de arranjos exteriores, onde serão realizados trabalhos de pavimentação e respetivos passeios.
A dst é responsável pela execução dos trabalhos de construção civil, cabendo à dte – instalações especiais, a execução da especialidade de ITED e eletricidade. O betão pronto será fabricado e fornecido pela tconcrete e o fabrico e instalação das carpintarias estará a cargo da tmodular.
Para José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do grupo dst, esta parceria resulta “da confiança que a Supermercados Bolama deposita na capacidade técnica e financeira do grupo dst e na nossa vasta experiência na implementação de projetos chave-na-mão na área da logística, da distribuição e do retalho”.
O mesmo responsável destaca ainda que “o recurso às diferentes competências das várias empresas do grupo, num processo in-house, tem sido um fator de diferenciação e um critério francamente valorizado no momento da tomada de decisão por parte dos nossos parceiros”.
José Teixeira defende ainda que “a consolidação do portfólio se deve à qualidade técnica das soluções apresentadas, mas também às sólidas relações comerciais de confiança que o grupo estabelece com os clientes, a maioria dos quais volta com novos projetos para serem executados sob a batuta, o conhecimento e a inovação das equipas do grupo dst.”

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.