21 / Maio / 2018

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Resultado líquido da Sonae Indústria sobe para 14,1 milhões de euros

07 de Setembro de 2017 às 14:37:13

tamanho da letra:

Empresas

A Sonae Indústria registou, nos primeiros seis meses de 2017, um resultado líquido consolidado de 14,1 milhões de euros, valor que representa uma melhoria de 41,5 milhões de euros quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

O volume de negócios consolidado, apenas incluindo as atividades detidas integralmente pela empresa, atingiu 121,8 milhões de euros no período em análise, o que representa uma subida de 1% face aos 120,6 milhões de euros registados no período homólogo do ano passado. Para este aumento contribuiu a apreciação do dólar Canadiano face ao euro no período em análise. Tomando em consideração os resultados proporcionais, o volume de negócios da empresa atingiu 331 milhões de euros.

EBITDA recorrente proporcional atingiu os 47,7 milhões de euros 

No período em análise, o EBITDA consolidado atingiu 20,6 milhões de euros, cerca de 1,5 milhões de euros acima do período homólogo de 2016, numa base comparável, principalmente devido a menores custos fixos que este ano refletem um ajustamento pontual em acréscimos de custos com pessoal. 
O valor total de custos fixos representava 15,6% do Volume de Negócios, uma melhoria de 0,4 p.p. quando comparado com o primeiro semestre do ano passado.
O número total de colaboradores da Sonae Indústria, no final de junho de 2017, era de 484 FTEs (full-time equivalent  ou equivalente a tempo completo) excluindo a Sonae Arauco.
Os custos com amortizações e depreciações atingiram 6,2 milhões de euros, o que representa um aumento de 6,5% quando comparado com igual período de 2016, explicado pelos maiores custos com depreciações na nossa operação na América do Norte, que agora tem em conta o investimento na nova linha de produção de revestimento a papel melamínico concluído no segundo trimestre de 2016.
Os encargos financeiros líquidos durante o primeiro semestre foram de 6,1 milhões de euros, representando uma redução de cerca de 3,7 milhões de euros face ao período homólogo de 2016. Esta redução é explicada por uma diminuição de quatro milhões de euros nos juros líquidos justificada por uma redução da dívida líquida e do custo da dívida, mas também pelo facto dos valores do primeiro semestre do ano passado incluírem o reconhecimento de custos de financiamento anteriormente diferidos de 1,9 milhões de euros em consequência do reembolso antecipado de empréstimos no âmbito da concretização da parceria Sonae Arauco.
Os resultados relativos a empresas associadas totalizaram 9,3 milhões de euros, o que corresponde a 50% do resultado líquido consolidado da Sonae Arauco para o primeiro semestre do ano.
O valor de impostos correntes foi de 3,9 milhões de euros para o primeiro semestre do ano, uma diminuição de 0,4 milhões de euros quando comparado com o mesmo período de 2016, devido à diminuição dos impostos no Canadá.

Rácio de dívida líquida para EBITDA Recorrente proporcional de 3,4x 

A Dívida Líquida situou-se em 212,8 milhões de euros no final de junho de 2017, uma diminuição de 7,2 milhões de euros face ao primeiro trimestre deste ano, beneficiando do EBITDA positivo e, neste trimestre, também da redução do fundo de maneio.
O valor total dos Capitais Próprios continuou a reforçar-se e, no final deste semestre, totalizava 120,3 milhões de euros, o que representa um aumento de cerca de 3,6 milhões de euros quando comparado com março de 2017, sobretudo devido aos resultados líquidos positivos do trimestre. Deve ainda realçar-se que, quando comparado com o final de 2016, o valor total dos capitais próprios aumentou 10 milhões de euros.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.