18 / Novembro / 2018

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Corticeira Amorim investe 10 milhões de euros no reforço da capacidade de produção de Hydrocork

14 de Março de 2017 às 09:38:54

tamanho da letra:

Empresas

Dois anos após o lançamento da gama de pavimentos premium Hydrocork, da marca Wicanders, a Corticeira Amorim está a investir 10 milhões de euros no reforço da sua capacidade de produção.

“Esta decisão reflete a grande recetividade do mercado a Hydrocork, em inúmeras geografias, que culminou num crescimento de vendas muito rápido e que faz deste produto um dos que apresenta, na história da Corticeira Amorim, a mais rápida penetração de mercado”, refere a empresa em comunicado, justificando, assim, o investimento atual. 
António Rios de Amorim, presidente e CEO da Corticeira Amorim, afirma que "este investimento visa dotar uma das áreas de negócio mais relevantes da Corticeira Amorim de uma capacidade de resposta robusta às solicitações do mercado. A tecnologia em causa é ainda mais relevante, na medida em que potencia os processos de I&D para uma nova geração de compostos de cortiça verdadeiramente inovadores.”
O crescimento de Hydrocork está alicerçado nas vantagens competitivas que reclama, nomeadamente: ser à  prova de  água; ter uma reduzida espessura e, consequentemente, ser de fácil e rápida instalação; beneficiar da tecnologia Corktech (isolamento térmico e acústico, bem-estar corporal, conforto e resistência ao impacto). Além disso, a gama Hydrocork apresenta ainda uma garantia vitalícia para uso doméstico. “Estas características, por um lado, permitem estender a utilização de um pavimento com cortiça a divisões como a cozinha e a casa de banho, e, por outro lado, fazem de Hydrocork uma opção de alto valor acrescentado para o mercado da reabilitação”, destaca-se no referido comunicado.
“Com a nova tecnologia, a Corticeira Amorim passará, a partir de 2018, a deter uma capacidade de produção própria adicional de quatro milhões de metros quadrados de pavimentos por ano. Paralelamente, com a nova linha industrial será possível desenvolver um aglomerado de cortiça isento de PVC e com emissões reduzidas de CO2. Por fim, a nova tecnologia possibilitará também uma gama mais ampla de espessuras, densidades e larguras”, assegura o fabricante.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.