14 / Agosto / 2018

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Empresa portuguesa A1V2 participa em projeto de 35 milhões na Argélia

24 de Junho de 2016 às 11:26:36

tamanho da letra:

Empresas

A A1V2, empresa de engenharia e arquitetura portuguesa, está a participar na construção de uma unidade fabril de metalomecânica na Argélia, um projeto avaliado em 35 milhões de euros.

“A obra surge no âmbito da expansão e internacionalização da A1V2 e envolve a implementação de uma unidade fabril de metalomecânica pesada, processo de produção e galvanização a quente, situada a 100 quilómetros da capital da Argélia, Argel", refere a empresa em comunicado.
Segundo o documento, a A1V2 "acompanhou o desenvolvimento de todas a fases do projeto" e foi responsável por vários tipos de trabalho, "desde o loteamento, a arquitetura, todas as estruturas, incluindo as dos grandes edifícios metálicos, as redes e equipamentos de hidráulica, as redes de gás de soldadura e as redes e reservatórios de gás natural”, entre outros.
Para Luís Casaleiro, sócio-gerente da empresa portuguesa, o mercado argelino tem potencial, sobretudo no que diz respeito às estruturas metálicas, já que “apresenta índices muito promissores devido à necessidade de desenvolvimento do próprio país”.
O mesmo responsável reforça que "a gestão deste projeto, com várias equipas de trabalho das várias especialidades destacadas em Portugal e Argélia, implicou a elaboração de mais de 70 projetos, a colaboração de mais de 40 técnicos, milhares de documentos e comunicações, o que foi um grande desafio".
A instalação industrial possui aproximadamente 100 000 m2, sendo constituída pelos edifícios principais de produção e todas as instalações necessárias para o respetivo processo laboral. Os dois edifícios principais da unidade fabril, fabricação e galvanização têm 21 200 m2 e 16 000m2, respetivamente, estando prevista uma capacidade de produção da linha de galvanização de 13 t/h e uma capacidade média anual de 15 000 t. Esta unidade fabril espera empregar cerca de 550 funcionários.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.