20 / Julho / 2018

Sexta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Sika bate recordes em obra do Túnel de Gotthard

14 de Junho de 2016 às 16:00:05

tamanho da letra:

Empresas

Depois de ter participado na obra do Túnel do Marão, obra emblemática a nível nacional, a Sika levou igualmente a sua tecnologia de ponta e experiência ao maior túnel do mundo: o Túnel de Gotthard, construído sob os alpes suíços.

No Túnel do Marão, inaugurado há cerca de um mês, a Sika contribuiu com o fornecimento de 1.800 toneladas de produtos, como sejam os adjuvantes para betão, produtos e soluções de impermeabilização e pavimentos.
“Esta obra tem uma enorme importância para o País e, por conseguinte, é de grande relevância para a Sika. Ficamos mais uma vez muito satisfeitos por ter podido cooperar com a nossa experiência, com a diversidade da nossa tecnologia de ponta, mas acima de tudo com a nossa capacidade dinâmica, para contribuir com soluções à medida do cliente”, refere José Soares, diretor-geral da Sika Portugal.
Foi o caso de uma das soluções especialmente desenvolvida para requisitos específicos desta obra: o Sigunit® EP2 AF, um adjuvante acelerador de presa de elevado desempenho para betão projetado, que permitiu garantir a segurança dos trabalhadores e aumentar a rapidez de execução da obra.
O Túnel do Marão tem uma extensão de cerca de seis quilómetros e é o maior túnel rodoviário da Península Ibérica.
As obras para a sua conclusão demoraram mais de cinco anos.
Bem maior é o Túnel de Gotthard, na Suíça, que conta com uma extensão de 57 quilómetros e que fez a Sika desafiar todos os seus máximos.
Desde os testes preliminares em 1992, os funcionários da Sika trabalharam mais de 210.000 horas neste projeto singular.
Cerca de 20.000 toneladas de adjuvantes para betão foram utilizados nos trabalhos de betonagem.
O túnel foi impermeabilizado com 3,3 milhões de m² de membranas Sikaplan®, aproximadamente a área de 500 campos de futebol.
Em suma, 40.000 toneladas de produtos da Sika, o equivalente a 1.700 vagões, foram transportados para esta obra.
“Assumindo-se como o maior túnel ferroviário do mundo, esta obra de referência é uma inovação e uma conquista notável no que toca quer à engenharia de túneis, quer ao envolvimento da Sika num desafio desta natureza. É com grande orgulho que entregamos valor a projetos desta exigência”, acrescenta o responsável pela empresa.
O dono da obra exigiu que o túnel tivesse uma longa vida útil, durante a qual os sistemas de betão e impermeabilização não requeressem uma manutenção significativa.
No decurso da elaboração do projeto de pré-qualificação, a Sika cumpriu integralmente todas os rigorosos pré-requisitos.
Inaugurado no dia 1 de junho, foi graças ao uso de soluções duráveis da Sika, tanto para impermeabilização, proteção contra incêndio, revestimentos e produção de betão projetado, que foi possível alcançar os enormes requisitos de qualidade impostos pelo projeto, afirma a Sika em comunicado.
O Túnel de Gotthard, construído a 2.000 metros abaixo da altitude máxima dos Pirinéus, desenvolve-se a cerca de 550 metros acima do nível do mar.
Parte dos produtos, recentemente desenvolvidos, foram submetidos a testes rigorosos por laboratórios oficiais, antes da sua produção em massa e da sua aplicação.
A nova linha de comboio irá reduzir o tempo de transporte de mercadorias pesadas dos modernos comboios de alta velocidade que precisam de viajar de Zurique para Milão em cerca de uma hora.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.