22 / Outubro / 2019

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

OLI investe em novo laboratório para testar água da chuva nos autoclismos

06 de Março de 2015 às 13:48:31

tamanho da letra:

Empresas

A OLI investiu meio milhão de euros na renovação do laboratório de testes de vida, na fábrica sediada em Aveiro, um investimento que permite à empresa testar, pela primeira vez, a água da chuva nos autoclismos.

Nos 72 postos de ensaio, divididos por seis bancadas, do novo laboratório é testado todo o universo de produtos que a OLI exporta para 60 países dos cinco continentes e realizados testes inovadores com águas calcária, marítima e da chuva, pelo facto de as diversas geografias recorrerem a diferentes águas nos sistemas de instalação sanitária. Hong Kong, por exemplo, utiliza a água do mar.
Diariamente, a equipa de Investigação e Desenvolvimento (I&D), composta por 20 colaboradores, estuda novas soluções, nomeadamente ao nível da redução do consumo de água das descargas dos autoclismos (que representam cerca de 31% do consumo total doméstico) e da inclusão de pessoas de mobilidade reduzida no acesso às instalações sanitárias.
Ao longo do ano, serão investidos dois milhões de euros em inovação e desenvolvidos projetos de investigação, em parceria, com universidades e centros de investigação portugueses.
Com 40 patentes ativas na Europa, a I&D é a estratégia da empresa para crescer 10% em 2015. Em 2014, o volume de vendas global fixou-se em 43 milhões de euros. Na semana passada, o Instituto Europeu de Patentes revelou que a OLI é, pelo segundo ano consecutivo, a empresa em Portugal que mais patenteou na Europa.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.