21 / Outubro / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Garcia, Garcia constrói obra de engenharia de referência na ampliação de unidade industrial

08 de Maio de 2014 às 16:35:09

tamanho da letra:

Empresas

A Garcia, Garcia, empresa especializada na conceção e execução de unidades industriais, está a construir uma nave que contempla seis pórticos treliçados com vão de 67 m de comprimento, 12 de afastamento e uma cércea de 20 m – para a Flex 2000, em Ovar, cuja inauguração está prevista para julho.

“São pórticos que, pela sua dimensão e especificidades técnicas, constituem uma obra de engenharia de referência, já que não é habitual em Portugal”, explica Miguel Garcia, um dos administradores da construtora. A construção de fundações especiais em solos arenosos e a implementação de duas pontes rolantes suspensas na cobertura da unidade industrial foram outros dos principais desafios de engenharia que a Garcia, Garcia teve de ultrapassar nesta obra.
Responsável pela construção de unidades industriais e centros logísticos de empresas como Garland, Leica, Elis, Vieira de Castro, Salsa – Irmãos Vila Nova, Saertex, entre muitas outras, “a Garcia, Garcia não encontra concorrentes no mercado nacional, com um serviço chave-na-mão e just in time, que, dependendo da obra, pode abranger desde a escolha da localização à construção, passando pela conceção e projeto de arquitetura e especialidades, sendo reconhecida pelos seus projetos on time, on budget”, salienta a empresa em comunicado.
Já a Flex 2000, com mais de 30 anos de experiência na produção de espumas flexíveis de poliuretano para a indústria de conforto, aumenta assim a sua capacidade produtiva com esta ampliação. Em construção estão mais duas naves industriais.

Sobre a Garcia, Garcia

Fundada por Manuel José Moreira Garcia e Bernardino Moreira Garcia, avô e tio-avô dos irmãos que atualmente gerem a empresa familiar – Rui Costa Garcia, Miguel Garcia e Carlos Garcia –, a Garcia, Garcia foi responsável pela construção da maioria das chaminés das fábricas têxteis do norte do País, muitas delas entretanto recuperadas. Com o evoluir do tempo, a empresa optou por manter-se fiel às suas origens, especializando-se cada vez mais nas unidades industriais, sendo atualmente reconhecida pela conceção de infraestruturas comerciais, industriais e logísticas. “O know-how acumulado nesta área tem-se assumido como um ativo importante da empresa, na captação de clientes nacionais e internacionais, que procuram soluções especializadas que otimizem a produtividade dos seus espaços, em conformidade com todas normas”, conclui a empresa.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.