25 / Agosto / 2019

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

REFER Engeneering vence concurso de 1,2 milhões de euros em Moçambique

02 de Maio de 2014 às 14:55:42

tamanho da letra:

Empresas

A REFER Engineering, em consórcio com as empresas ECM - Engenheiros Consultores de Moçambique e PROMAN, venceu o concurso lançado pela CFM - Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique para o desenvolvimento do "Projeto de reabilitação, modernização e expansão do sistema ferroviário da Linha de Ressano Garcia, Portos de Maputo e Matola e Gare de Mercadorias".

A Linha de Ressano Garcia, com a extensão de 90 km, dos quais os primeiros 20 km em via dupla, integra a espinha dorsal do Corredor de Desenvolvimento de Maputo, que liga o sistema portuário da capital moçambicana à África do Sul e a outros países do seu “Hinterland”, desempenhando função estratégica no transporte de mercadorias e de passageiros.
Em comunicado, a REFER informa que “a prestação de serviços de engenharia ferroviária tem por objeto a elaboração dos seguintes estudos e projetos: estudo de viabilidade a longo prazo para o desenvolvimento faseado da estratégia ferroviária; projeto ferroviário de engenharia detalhado e serviços de consultoria para aumento da capacidade; promoção de um programa de manutenção periódica de rotina eficiente e sustentável; desenvolvimento de um programa de reabilitação ferroviária de melhoramento e sustentável.
O valor global da proposta do consórcio ascende a cerca de 1,191 milhões de euros, com participação maioritária da REFER Engineering.
O prazo previsto para o desenvolvimento dos estudos e projetos é de seis meses.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.