17 / Novembro / 2019

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Sika quer aumentar vendas em Angola em 20%

31 de Março de 2014 às 16:58:44

tamanho da letra:

Empresas

A SIKA Portugal estima atingir este ano uma faturação de cerca de cinco milhões de euros no mercado angolano, o que, a verificar-se, representa um crescimento de cerca de 20% face a 2013, ano em que a empresa já havia registado resultados positivos em Angola, ao duplicar as vendas.

Segundo informa em comunicado, “nos próximos anos, o negócio de produtos químicos da filial portuguesa neste mercado continuará focado em empresas de construção civil angolanas, portuguesas, brasileiras, chinesas e também em empresas das áreas automóvel e marítima”.
O crescimento registado é sustentado pela recente aposta da empresa em novas infraestruturas em Viana, com 6 mil m² (mais 5 mil m² do que as anteriores), de forma a aumentar a capacidade de resposta ao cliente.
“Com o crescimento do negócio tornou-se necessário continuar a acompanhar o nível de excelência a que acostumámos as empresas angolanas no setor da Construção, bem como os grandes empreiteiros portugueses e brasileiros a operar no país, com os quais já trabalhamos em Portugal”, explica Richard Aubertin, diretor geral da Sika Portugal.
As recém-inauguradas instalações apresentam, além dos escritórios, uma área de produção de 550 m², uma área logística, um showroom e um centro de formação.
“A formação é também uma das nossas grandes apostas, pois, ao transmitir os conhecimentos adequados aos nossos clientes, maximizamos o valor do produto através da sua correta aplicação”, refere o mesmo responsável.
Paralelamente às novas infraestruturas, a Sika Portugal prepara-se para aumentar o número de colaboradores em Angola, resultado do lançamento de uma nova linha de produção, a qual irá fabricar adjuvantes líquidos para betão.
“Contamos neste momento com 13 funcionários, dos quais 20% são portugueses, mas devido ao crescimento da produção local, esperamos poder contar, até ao final do ano, com 19 colaboradores”, adianta Ricardo Rocha, responsável pelo mercado angolano.
Presente em Angola desde 2010, a Sika Portugal faz um balanço positivo dos negócios até então desenvolvidos.
“Sabíamos que havia, e há, um forte potencial no mercado, mas também sabíamos que as barreiras e as dificuldades seriam muitas. No entanto, com uma estratégia de desenvolvimento sustentável, conseguimos atingir os objetivos propostos inicialmente”, conclui Ricardo Rocha.
Atualmente, Angola representa 15% da faturação da Sika Portugal.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.