26 / Agosto / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Grupo Lena entrega primeiras casas na Venezuela

06 de Novembro de 2013 às 11:51:13

tamanho da letra:

Empresas

O Grupo Lena entregou ao Governo da Venezuela 240 dos 840 apartamentos, já concluídos, e construídos no âmbito do plano de apoio social do país “Gran Misión Vivienda Venezuela”.

A inauguração, presidida pelo ministro Ricardo Molina, teve lugar no passado dia 1 de novembro, em Cúa.
Em comunicado, o grupo português cita o governante, que “ressaltou que a obra é erigida no marco de um acordo entre a República Bolivariana da Venezuela e a República Portuguesa”.
O Grupo Lena, recorde-se, está a executar as primeiras 12.500 casas das 50.000 já protocolizadas, num valor superior a 4 mil milhões de dólares.
Neste ano, espera-se que a faturação acumulada da empresa, no mercado venezuelano, atinja os 500 milhões de dólares.
Esta obra, que compreende, para além da execução das casas, a transferência tecnológica e a capacitação e formação de trabalhadores, estabeleceu um protocolo com a “Gran Misión Saber y Trabajo”, para a concretização desse objetivo.
“A senhora Rosário Ávila, ao receber as chaves do seu apartamento, afirmou: “Preparámo-nos durante 6 meses e fomos contratados pela empresa portuguesa Lena Construções. Sinto-me maravilhosamente porque em cada dia, vencemos as dificuldades que se nos deparam.” A senhora Rosário Ávila formou-se em eletricista e é funcionária da empresa”, informa o referido comunicado.

Exportação avaliada em 150 milhões

Nas palavras do CEO do Grupo Lena, Joaquim Paulo Conceição, “trata-se de um projeto muito importante para o Grupo Lena, mas também para o nosso país, sendo a materialização efetiva da cooperação bilateral que envolve mais de cinquenta parceiros nacionais que o Grupo Lena envolveu diretamente neste projeto, gerando, em pouco mais de um ano, de forma direta, cerca de 150 milhões de euros de exportação. Sentimos grande satisfação por esta contribuição do Grupo Lena para a internacionalização em parceria com efeitos já visíveis na nossa economia”.
Para Joaquim Barroca Vieira Rodrigues, vice-presidente do Grupo Lena, “esta é uma oportunidade única, porque afirma a engenharia portuguesa, dando-lhe projeção, ainda mais num projeto tão amplo e exigente como este, e porque fortalece os laços com um país com o qual mantemos excelentes relações bilaterais. Continuamos, por isso, empenhados em trabalhar ativamente como “embaixadores de negócios”, promovendo o nosso País. É um orgulho que assumimos com grande sentido de responsabilidade”.
“A conclusão desta etapa da construção confirma a capacidade e a imagem da empresa como uma referência neste país, reforçando os laços históricos que unem Portugal à Venezuela”, conclui-se no comunicado.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.