21 / Agosto / 2019

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Prebuild quer exportar 100 mil portas para a Argélia

02 de Abril de 2013 por Lurdes Neto às 15:07:11

tamanho da letra:

Empresas

O Grupo Prebuild está a negociar o fabrico em Portugal e a exportação para a Argélia de mais de cem mil portas, destinadas a equipar as 20 mil casas que ali vai construir ao longo dos próximos cinco anos.

Em comunicado, a empresa revela que “as portas serão integralmente construídas na Porama”, arredores de Sintra, uma unidade que o grupo de João Gama Leão adquiriu em situação difícil em 2010 e que em apenas dois anos praticamente duplicou o seu volume de negócios, que ultrapassou os 4,6 milhões de euros em 2012, “sobretudo devido à exportação de 70% da sua produção para o mercado angolano”.

Internacionalização é prioridade

Fundada em 1949, a pequena unidade de carpintaria e marcenaria especializada em portas de interior conheceu, a partir da aquisição pela Prebuild, um processo de restruturação que começa já a dar resultados.
A diversificação dos mercados internacionais, face à crise do setor em Portugal, constitui a principal prioridade da Porama, que, depois de Angola, pretende agora consolidar a Argélia como segundo grande cliente externo.
O contrato para as 20 mil habitações que a Prebuild vai construir na Argélia foi assinado em fevereiro passado, numa cerimónia que levou a Argel o ministro português da Economia, Álvaro Santos Pereira.
Além das portas técnicas, área em que se dotou da mais avançada tecnologia, a Porama, que inaugurou esta semana o seu primeiro showroom na fábrica do Linhó, alargou a produção para o setor das cozinhas e roupeiros, com o lançamento de marcas especializadas em cada um dos segmentos a Kitchen+ e a Konfort+.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.