13 / Novembro / 2019

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Empresas ver todas os artigos desta secção

Solução da Siemens reduziu 10% do consumo energético de hotel

01 de Fevereiro de 2013 por Lurdes Neto às 16:55:00

tamanho da letra:

Empresas

O setor Infrastructure & Cities da Siemens, através da divisão Building Technologies, concebeu um projeto para o hotel Leela Palace em Nova Deli, que, em 12 meses, permitiu reduzir o consumo desta infraestrutura hoteleira em 10%.

O Sistema de Gestão de Edifícios inteligente fornecido pela Siemens ao hotel integra várias áreas, tais como sistemas de alarme de incêndio e de evacuação por voz, juntamente com videovigilância, tudo comandado e controlado a partir de um único ponto na sala de comando, sistemas de controlo de HVAC e de monitorização da eficiência energética.
A empresa de tecnologias alemã já realizou cerca de 1.300 projetos de otimização de energia em hotéis de todo o mundo, fornecendo soluções integradas e customizadas de eficiência energética que reduzem o consumo de energia. No setor hoteleiro, o foco está na energia, uma vez que é o custo operacional de maior crescimento, representando 3 a 6% dos custos operacionais totais. Garantir um retorno mensurável do investimento é, pois, um fator importante nesse processo.
O Leela Palace de Nova Deli tem de 16, 260 quartos, um spa exclusivo e diversos restaurantes.
O Setor Infrastructure & Cities da Siemens (Munique, Alemanha), que conta com cerca 90.000 colaboradores, oferece tecnologias sustentáveis para as áreas metropolitanas e suas infraestruturas. A gama de produtos abrange sistemas e soluções para a gestão de tráfego inteligente, transporte ferroviário, redes elétricas inteligentes, edifícios energeticamente eficientes, proteção e segurança.
Por seu turno, divisão Building Technologies (Zug, Suiça) é líder no mercado de soluções de segurança e de eficiência energética para edifícios e infraestruturas amigas do ambiente. Oferece soluções de proteção e segurança, automação de edifícios, aquecimento, ventilação, climatização (HVAC), e gestão energética. Com cerca de 29.000 colaboradores, esta divisão alcançou vendas totais de 5,8 mil milhões de euros.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.