20 / Julho / 2024

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

CERTIF termina 2022 com mais 200 clientes

09 de Fevereiro de 2023 às 16:42:05

tamanho da letra:

Notícias

A CERTIF - Associação para a Certificação terminou o ano de 2022 com um balanço positivo, com um acréscimo do seu volume de negócios superior a 11% e com mais 200 clientes em relação ao ano anterior.

Depois de um início de ano ainda afetado por muitos adiamentos devido à pandemia, foi possível recuperar as ações que haviam sido adiadas, chegando-se ao final do ano com um índice de realização próximo dos 100% no que se refere às auditorias e inspeções, quer no País, quer no estrangeiro, informa-se em comunicado.
Sendo o core business da CERTIF a certificação de produtos e serviços, e uma vez que os setores mais relevantes são os materiais de construção e elétricos, o facto de tanto a atividade de construção e imobiliário, como a exportação de bens se terem mantido em níveis positivos foi decisivo para o sucesso do crescimento da faturação. 

Produtos da Construção e Elétricos lideram

A certificação de produtos, conjugada com a Marcação CE, representou 75% do volume de faturação, sendo que, destes, cerca de 90% referem-se aos produtos de construção e elétricos.
A distribuição dos produtos certificados por setor é a seguinte:


Uma parte significativa destas certificações destinou-se a produtos para exportação, para mercados onde os requisitos de clientes ou requisitos legais dos países de destino exigem a certificação do produto.

Certificação de serviços: Novos certificados emitidos

No âmbito da certificação de serviços a mais significativa é a do serviço de instalação, manutenção e assistência técnica de equipamentos fixos de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor que contenham gases fluorados com efeito de estufa, que manteve a sua dinâmica de crescimento, tendo sido emitidos 120 novos certificados, estando válidos cerca de 1.600, e encontrando-se vários processos em curso.
Para além desta certificação, a oferta da CERTIF abrange ainda os seguintes domínios: consultoria em higiene e segurança alimentar para estabelecimentos de restauração e bebidas; fim do Estatuto de Resíduo para plástico recuperado; sucata de ferro, aço e alumínio; sucata de cobre; borracha derivada de pneus usados; gestão administrativa de recursos humanos; manutenção de extintores; serviço de manutenção.
Passado o período da pandemia, voltou a procura pelo sistema FER, estando a CERTIF a preparar novas ofertas no que refere ao tratamento e valorização de resíduos.

Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade em destaque

A certificação de sistemas de gestão tem sido uma atividade complementar para as empresas que certificam, igualmente, os seus produtos ou serviços com a CERTIF, beneficiando, assim, de uma redução de custos.
A situação no final do ano, relativamente a certificados válidos, era a seguinte:
Sistemas de Gestão da Qualidade (117); Sistemas de Gestão Ambiental (15); Sistemas de Gestão da Segurança Alimentar (4); Sistemas de Higiene e Segurança no Trabalho (1); Sistemas de Gestão da Energia (1); Outros (1). 

Certificação de pessoas: Parcerias com ADENE e CTCV

A certificação de pessoas resulta de uma parceria com a ADENE, na área das energias renováveis e eficiência energética, e com o CTCV, para auditores de sistemas de gestão da qualidade e ambiente. 
No final do ano estavam certificados 68 técnicos nos seguintes domínios: Auditores para a norma ISO 9001 (4); Auditores para a norma ISO 50001 (16); Instaladores de janelas CLASSE+ (71); Projetistas de sistemas solares térmicos (2); Projetistas de térmica de edifícios (14)
Dada a sua característica individual, este tipo de certificação tem uma grande rotatividade, existindo sempre um elevado número de desistências, que vai sendo compensado com a emissão de novos certificados.

Marcação CE: Mais clientes estrangeiros

Enquanto Organismo Notificado (ON) para o Regulamento dos Produtos de Construção (RPC), e tendo em conta o âmbito da sua notificação, a CERTIF é o único organismo nacional com condições para oferecer, em muitas normas, esse serviço aos seus clientes, que, de outra forma, teriam de recorrer a organismos noutros países europeus. 
Tendo em conta a divergência entre a Comissão Europeia e o CEN, não foram, nos últimos anos, publicadas normas harmonizadas para os produtos de construção, pelo que só foram emitidos atualizados ou novos certificados para as normas existentes.
O número de clientes estrangeiros na Marcação CE tem vindo a crescer, existindo clientes na Alemanha, Angola, Bélgica, Brasil, Chipre, Dinamarca, Espanha, EUA, Grécia, Itália, Irão, Iraque, Reino Unido, República Checa e Suíça.
A CERTIF manteve a Coordenação do Grupo de Organismos Notificados Nacionais, no âmbito do Regulamento dos Produtos de Construção, e é o representante de Portugal no Advisory Group Europeu dos ON para o  CPR.

Emitidas 20 novas DAP – Declarações Ambientais de Produto

A CERTIF é a única entidade reconhecida pela Plataforma para a Construção Sustentável como organismo de certificação que, com a sua bolsa de verificadores, atua no âmbito do Sistema DAP Habitat.
Em 2022 foram concluídas 20 novas DAP, estando ainda em curso perto de uma dezena. Este acréscimo de procura tem a ver com exigências de mercado, em especial quando está em causa a exportação.

Relações internacionais: clientes em 25 países valem 35% da faturação 

A CERTIF é membro de vários acordos de reconhecimento ao nível europeu e ao nível internacional, o que permite a aceitação dos seus certificados, bem como dos relatórios de ensaio realizados pelos laboratórios associados membros dos acordos.
Tem, também, acordos e parcerias bilaterais com organismos de certificação estrangeiros para o reconhecimento dos certificados dos seus clientes. De realçar a parceria em Chipre, que tem permitido a manutenção duma interessante base de clientes, incluindo outros países, como sejam o Irão e o Iraque, com um forte crescimento recente no âmbito da Marcação CE. A parceria com o Brasil permite o acesso a certificações brasileiras obrigatórias. Com o Brexit, a CERTIF estabeleceu já acordos com organismos ingleses com vista à obtenção da certificação UKCA, tendo esta sido já concedida a um cliente.
Convém reafirmar a importância destas relações que aportam uma redução de custos para os clientes, uma vez que são auditados pela CERTIF e os ensaios são realizados em laboratórios nacionais.
Com clientes em 25 países, a faturação direta no estrangeiro foi de 35%, sendo de referir que vários trabalhos realizados no exterior são pagos em Portugal, não estando, por isso, contemplados nesta estatística. Da mesma forma, uma grande parte do volume de negócios com empresas nacionais destina-se à certificação de produtos exportados. Embora seja impossível calcular o valor exato, conclui-se, com base no tipo de certificados emitidos, que, para além dos 35% de faturação direta, mais de 25% do restante volume de negócios da CERTIF se destina a situações de exportação de produtos.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.