28 / Junho / 2022

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Governo apresenta Programa de Transformação Digital da Segurança Social

23 de Junho de 2022 às 10:39:55

tamanho da letra:

Notícias

Até 2026, as declarações mensais de remuneração vão desaparecer, a segurança social vai estar disponível 24 horas sete dias por semana, o papel vai deixar de entrar nos seus serviços, o nível de respostas dos mesmos será de até 48 horas, e os dados que lhe forem comunicados serão partilhados com outras entidades da Administração Pública, tornando a fiscalização mais assertiva e menor o risco de fraude.

Sinteticamente, estas são algumas das metas do programa de transição digital da Segurança Social apresentado esta semana pelo Governo e que tem como objetivos prioritários “facilitar o relacionamento dos cidadãos com a Segurança Social, eliminar burocracia e aumentar a eficácia da proteção”.
A implementar nos próximos quaro anos, o “CLIC - Programa de Transformação Digital da Segurança Social”, contempla 85 medidas divididas em 3 eixos que visam, segundo o secretário de Estado da Digitalização e da Modernização Administrativa, transformar a Segurança Social numa entidade “proativa, que acompanha os eventos e o ciclo de vida das pessoas e empresas, (…) simples, (…) direta e acessível, focada na resposta célere.” 
A iniciativa insere-se no Plano de Recuperação e Resiliência, (PRR) e representa um investimento de 200 milhões de euros.

De entre as medidas do programa, com interesse para as empresas, destacam-se, designadamente:
- o cálculo automático das contribuições a pagar e a eliminação das atuais declarações de remunerações mensais; 
- a modernização da Segurança Social Direta (nova imagem, facilidade de navegação, nova homepage, nova arquitetura de informação, search inteligente e integrado com o portal informativo, e ajudas em contexto com disponibilização de serviços em inglês);
 - novos modelos de atendimento, com enfoque na simplificação e automatização do atendimento presencial e eliminação de papel na Segurança Social;
- a implementação de uma visão 360º na Segurança Social Direta, permitindo uma visão única de todas as interações de relacionamento e de todos os processos individuais de pessoas e empresas com a Segurança Social;
- disponibilização de um canal único (e-clic) na Segurança Social Direta, para o relacionamento com os cidadãos e empresas de forma centralizada, pretendendo-se que no final do projeto se atinjam níveis de resposta até 48 horas;
- desenvolvimento de alternativas de atendimento automatizadas, utilizando ferramentas de processamento de linguagem natural (NLP) e modelos de inteligência artificial (IA), sustentados em fluxos conversacionais que simulam um atendimento presencial, permitindo ter serviços disponíveis 24 horas 7 dias por semana;
- comunicação direta com a Justiça, a Saúde e as Finanças, eliminando-se a necessidade de entregar a mesma informação nas várias entidades da administração pública;
- reforço de ferramentas de trabalho para combate à fraude em contribuições e prestações sociais e fiscalização mais assertiva, através da partilha de informação dentro da administração pública e assente em modelos de gestão de risco, com uso de soluções de Inteligência Artificial e machine learning. 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.