29 / Junho / 2022

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

FIEC alerta para a necessidade de manutenção de infraestruturas na Europa

09 de Junho de 2022 às 10:08:33

tamanho da letra:

Notícias

A FIEC - Federação Europeia da Indústria da Construção está preocupada com o desgaste das infraestruturas de transporte, em particular das pontes, e apela às instituições europeias para que desenvolvam uma abordagem comum para inspeções e classificações de qualidade da rede transeuropeia de transportes.

Em comunicado, a Federação refere que “a falta geral de um nível adequado de investimento em manutenção levou à deterioração das infraestruturas de transporte”, como demonstram o “colapso ou o encerramento frequente de pontes” e reitera a sua preocupação com “as ameaças” decorrentes do envelhecimento destas infraestruturas em particular.
Neste contexto, considera que “é fundamental garantir o financiamento da manutenção das infraestruturas, através da afetação de receitas fiscais específicas, mobilização de subvenções, implementação de esquemas de tarifação rodoviária ou exploração de parcerias público-privadas (PPP), e adaptar a contratação de projetos às atividades de manutenção”.
Além de garantir a qualidade e, por conseguinte, a segurança da rede transeuropeia de transportes (RTE-T), a FIEC defende que a manutenção contínua das infraestruturas existentes, ao prolongar a sua vida útil, também pode “contribuir substancialmente para uma economia mais circular, reduzindo o consumo de matérias-primas e a geração de resíduos, bem como as emissões de CO2”.
A Federação solicita, assim, às instituições europeias que desenvolvam “uma abordagem europeia comum para inspeções e classificações de qualidade da infraestrutura RTE-T, com base no conhecimento preciso dos ativos existentes”. E, embora considere que o aditamento de um novo artigo (artigo 48.º “Manutenção e ciclo de vida do projeto») na proposta de revisão do Regulamento RTE-T “é um passo significativo nesse sentido”, acrescenta que o mesmo “deve conter obrigações concretas para os Estados-membros investirem na manutenção das partes existentes da rede”.
 
A posição da FIEC, que representa, através de 32 federações nacionais de 27 países (24 UE e Noruega, Suíça e Ucrânia) o setor da Construção, surge no seguimento da realização, no passado dia 3 de junho, em Bruxelas, da conferência “Manutenção e segurança de pontes na Europa - Uma alavanca para a transição ecológica''. Este evento teve por objetivo destacar a importância crucial da manutenção das estruturas de engenharia, em particular das pontes, com respeito pelo ambiente e a necessidade de reduzir a pegada de carbono das economias. 






Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.