26 / Maio / 2022

Quinta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Engexpor inicia segunda fase de construção do Hotel Meliã Lisboa

12 de Maio de 2022 às 11:58:21

tamanho da letra:

Notícias

O hotel Meliã Lisboa, a primeira unidade de cinco estrelas a ser gerida pela cadeia hoteleira espanhola em Portugal, que está a ser erguida no cruzamento da Avenida Fontes Pereira de Melo com a Avenida António Augusto de Aguiar, junto ao Marquês de Pombal, em Lisboa, entrou na segunda fase da sua construção.

Nesta nova fase será construída a estrutura elevada do edifício - que conta com 14 pisos acima do solo – bem como as instalações técnicas e acabamentos, prevendo-se que a unidade hoteleira esteja concluída na segunda metade de 2023. 
Na execução da estrutura até ao piso 0, referente à primeira etapa de construção, foi usada a técnica top down, que inverte a ordem de construção dos pisos no subsolo com o objetivo de limitar a movimentação do solo, minimizando os impactos negativos nas edificações vizinhas.
A gestão da obra é assegurada pela Engexpor, que acompanha o desenvolvimento deste projeto desde o estágio inicial de estudo e conceito, incluindo a coordenação a nível do BIM (Building Information Modelling), tendo apoiado a equipa projetista com diretrizes na execução e verificação dos modelos das várias especialidades. 
A promoção imobiliária do empreendimento está a cargo do Discovery Portugal Real Estate Fund - assessorado pela Explorer Investments – e resulta de uma parceria firmada entre esta entidade e a Meliã Hotels International.
De acordo com Tiago Barros, managing director da Engexpor em Portugal, “é uma enorme satisfação dar início a uma nova etapa na construção do hotel Meliã Lisboa, uma obra exigente que apresentou grandes desafios na escavação e contenção periférica para a execução dos seis pisos da estrutura enterrada, nomeadamente devido às edificações existentes, como o túnel do Marquês, o túnel do metro ou o viaduto na Rua S. Sebastião.”
“Os níveis de rigor e exigência num projeto com estas características e localização são, de facto, muito significativos, mas é, sobretudo, um privilégio estarmos envolvidos na execução de uma unidade hoteleira com elevados padrões de qualidade, que vem revitalizar um dos gavetos mais emblemáticos da cidade de Lisboa”, salienta Tiago Barros. 
Quando finalizado, o Meliã Lisboa irá disponibilizar cerca de 240 quartos, restaurante, bar-lounge na cobertura com vista panorâmica sobre a cidade, salas de convenções e centro de congressos com capacidade até 550 pessoas. Ao todo, são 22.220 m² de área bruta de construção, distribuídos por 14 pisos acima do solo e, ainda, 6 pisos subterrâneos.  







Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.