29 / Junho / 2022

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

CICCOPN qualifica profissionais da Construção que trabalham na Suíça

10 de Fevereiro de 2022 às 09:58:03

tamanho da letra:

Notícias

O CICCOPN - Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte está a realizar um curso de formação para 31 profissionais da Construção na Suíça, nas áreas de alvenarias, cofragens e armaduras, canalizações e entivações.

Nestas atividades de formação, concebidas para portugueses que trabalham na indústria da construção helvética, são utilizados materiais de construção especificamente trazidos da Suíça.
O “Projeto Portugal”, designação oficial desta formação, nasceu de um protocolo estabelecido entre a Sociedade Suíça dos Empresários (SSE), de Zurique, o Instituto de Apoio à Emigração e às Comunidades Portuguesas, do Ministério dos Negócios Estrangeiros, e o Instituto do Emprego e Formação Profissional.
Nesta edição de 2022, a situação pandémica e o período de contenção decretado para a primeira semana de janeiro adiaram o arranque da formação para o dia 10 desse mês. Ainda assim, os participantes que estão a aperfeiçoar as suas competências, num total de 320 horas de formação, aproveitam de forma produtiva o abrandamento sazonal da atividade da construção na Suíça, devido às condições climatéricas próprias do inverno naquele país.
No final deste curso, estes trabalhadores passam a ser considerados qualificados, o que, sublinha o CICCOPN em comunicado, “lhes proporciona uma significativa evolução na carreira profissional e uma substancial melhoria salarial associada”.
O Centro refere também que, tal como nas edições anteriores, o “Projeto Portugal” teve imensa procura por parte dos trabalhadores da Construção na Suíça, sobretudo por ser uma grande mais-valia para a vida profissional.
Fábio Cabral, português que está há sete anos na Suíça, explicou que teve conhecimento do curso através de colegas que participaram em edições anteriores. “Decidi frequentar a formação porque me vai ajudar a nível curricular e laboral. É uma garantia. Com esta qualificação certificada, temos melhorias a nível financeiro”, afirma.
“Nós já fazemos este trabalho e, com o curso, podemos aprender a forma como as coisas se ligam e a importância do que fazemos. Optei por vir fazer a formação a Portugal porque nesta altura do ano o trabalho de construção civil na Suíça abranda por causa do mau tempo, e também porque aqui a formação é em português”, acrescenta este participante da edição 2022 do “Projeto Portugal”.
Na Suíça, durante os últimos anos, o número de trabalhadores não qualificados da Construção tem vindo a diminuir, a par da crescente procura por mão-de-obra qualificada, tendo em conta a cada vez maior especialização dos trabalhos de construção. De acordo com dados disponíveis em 2020, cerca de 31% dos trabalhadores da Construção naquele país são portugueses, constituindo a principal força de trabalho de nacionalidade estrangeira, numa área que tem vindo a ser uma das que oferece o salário mínimo mais elevado.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.