26 / Maio / 2022

Quinta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Mobiliário urbano português equipa “pulmão verde” de Macau

21 de Dezembro de 2021 às 16:11:52

tamanho da letra:

Notícias

A LARUS reforçou o seu projeto de internacionalização a Oriente ao ser escolhida para desenhar os sanitários públicos e os quiosques-bar da nova Zona de Lazer da Marginal da Estátua de Kun Iam, em Macau.

Este “pulmão verde”, com uma área de 15 mil metros quadrados, atravessa a área marginal entre o Centro de Ciência de Macau e o Centro Ecuménico Kun Iam, e apresenta equipamentos recreativos de manutenção física, como um trilho junto à água, um campo polivalente, um rinque de patinagem e uma área de diversão infantil com equipamentos para pais e filhos.
O edifício dos sanitários públicos é de construção modular e apresenta, tal como o quiosque-bar, uma estrutura principal constituída por perfis de aço laminado, metalizados e pintados. Este equipamento urbano incorpora três instalações sanitárias (masculinas, femininas e mobilidade reduzida), um quarto de amamentação, um sanitário familiar, uma zona comum de lavatórios protegida por uma pérgola e uma barreira visual e uma sala de arrumos.
Refira-se que este é mais um projeto urbanístico de referência em Macau a que a LARUS se associa. Em 2017, os bancos da linha “Axis Bold”, da autoria de Pedro Martins Pereira, fundador da Larus, mobilaram o Taipa Central Park, localizado no coração da ilha de Taipa, em Macau, um “oásis” verde de 28 mil metros quadrados com jardins, bibliotecas e um bairro residencial.
“Desde 2010 que temos realizado diversos projetos para Macau, particularmente ao nível da conceção e produção de quiosques. Sendo uma antiga colónia portuguesa, há um intenso movimento cultural de preservação de ícones lusos. Os primeiros modelos solicitados foram então muito tradicionais, sendo inclusivamente um deles revestido com painéis de azulejaria portuguesa antiga”, recorda Pedro Martins Pereira.
“Com o tempo, foi-se estabelecendo uma relação e a LARUS deixou de ser apenas uma empresa portuguesa de referência, para passar a ser parceira do Governo de Macau neste tipo de equipamentos. Este equipamento de WC públicos, com dimensões assinaláveis, foi um desafio que nos foi proposto em 2019, tendo sido desenvolvido pelo nosso designer Rui Pinto, em articulação com os arquitetos macaenses ligados ao projeto global para a zona de Nape”, acrescenta.
A LARUS “mobila” cidades como Lisboa (Parque das Nações, Ribeira das Naus, Alta de Lisboa), Porto (Serralves, Avenida dos Aliados), Madrid (junto à Praça de Cibeles), Casablanca (Medina de Casablanca) Santiago de Compostela (Cidade da Cultura), Luanda (Baía de Luanda e Ilha do Cabo), Génova, Antuérpia, Londres, Dubai, entre outras.
 




Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.