01 / Junho / 2020

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Promoção residencial no 1º trimestre do ano com carteira de 11.550 novos fogos

11 de Maio de 2020 às 13:43:14

tamanho da letra:

Notícias

Nos primeiros três meses de 2020 entraram em processo de licenciamento 11.553 novos fogos em Portugal Continental, distribuídos por 4.971 projetos residenciais.

Os dados resultam do Pipeline Imobiliário apurado pela Confidencial Imobiliário (Ci), com base nos pré-certificados energéticos emitidos pela ADENE. 
Esta atividade supera a observada no 1º trimestre do ano passado, apresentando um aumento de 9% em número de fogos e de 8% em número de projetos. Nos primeiros três meses de 2019 foram lançados 10.567 fogos distribuídos por 4.593 projetos de habitação, adianta ainda a Ci em comunicado. 
A construção nova foi o principal motor da promoção residencial no 1º trimestre de 2020, concentrando 9.221 fogos, o equivalente a 80% do pipeline nacional. Já a obra de reabilitação gerou 2.024 fogos, que concentram os restantes 20% do pipeline lançado no trimestre.
A Área Metropolitana de Lisboa foi o principal destino da promoção residencial no período em análise, com 1.042 projetos e 3.155 novos fogos em licenciamento, pipeline que apresentou um aumento de 16% face ao mesmo período de 2019. 
Na Área Metropolitana do Porto, contabilizaram-se 453 projetos, num total de 1.838 fogos, sendo esta carteira inferior (-9% em número de fogos) à contabilizada no 1º trimestre de 2019. No Algarve, o lançamento de nova promoção também abrandou (-10% em número de fogos), contabilizando-se um pipeline de 897 novos fogos distribuídos por 303 projetos de habitação no 1º trimestre de 2020. 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.