01 / Junho / 2020

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Investimento nas qualificações e na requalificação dos trabalhadores da Construção precisa-se

08 de Abril de 2020 às 08:49:12

tamanho da letra:

Notícias

“O setor português da Construção padece de uma grave escassez de mão-de-obra e qualificações, que se estima em 70 000 trabalhadores”, afirma o Observatório Europeu do Setor da Construção, para quem esta insuficiência deverá continuar a aumentar com os investimentos que se preveem para os setores residencial, não residencial e de engenharia civil.

Esta previsão é revelada na recém-publicada ficha de informação relativa a Portugal do Observatório do Setor da Construção Europeu (ECSO), uma iniciativa estratégica supervisionada pela Comissão Europeia, EASME- Agência Executiva para a Competitividade e a Inovação e pela DG GROW-Direção-Geral do Mercado Interno, Indústria, Empreendedorismo e PME, para facilitar a partilha de conhecimentos sobre as tendências mais recentes do setor da construção na UE, bem como em cada Estado-membro, e acelerar a aprendizagem de políticas em toda a Europa.
Com base nessa ficha, a PwC, representante do ECSO, redigiu um texto sobre o setor da Construção português e o seu progresso na qualificação de mão-de-obra, que fornece uma visão sobre a situação do aperfeiçoamento da atividade de construção em Portugal e introduz alavancas potenciais para crescimento futuro, tanto do ponto de vista público, quanto do privado. O presente artigo reflete esse texto e conduz os leitores interessados para o site do Observatório Europeu do Setor da Construção, onde podem encontrar mais informações sobre o assunto.
Assim, e segundo a PwC, “embora parte do problema tenha sido mitigada com migração laboral formal (e, por vezes, informal), a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas salienta que a solução pode ter duas vertentes: privilegiar o regresso de (36 000) trabalhadores portugueses do setor da Construção; e o aumento das qualificações e a requalificação dos trabalhadores do Setor.
Neste quadro, o Governo tem estado particularmente ativo e tem vindo a desenvolver diversas políticas educativas e de formação profissional com vista a apoiar o desenvolvimento das qualificações necessárias no setor da Construção. O primeiro passo neste processo consiste em garantir que os conhecimentos e as competências ensinados na escola e nos estabelecimentos de formação profissional dão resposta às necessidades do mercado da Construção. Para esse efeito, Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP) desenvolveu uma ferramenta para alinhar as qualificações fornecidas pelo sistema de ensino com as necessidades do mercado. Este instrumento faz previsões sobre as qualificações de que o País tem falta, o que permite às instituições de ensino responder com maior eficácia. Em particular, regista-se um forte dinamismo na formação relacionada com a eficiência energética e de recursos. Para dar resposta a esta necessidade de qualificações, a Agência Nacional para a Energia tem a Academia ADENE, que oferece formação centrada nas qualificações de eficiência energética para profissionais do setor da Construção. Através da plataforma online, a Academia ADENE oferece formação e cursos sobre auditorias energéticas, instalação de sistemas de energias renováveis, certificação energética de edifícios e gestão de projetos.
O aumento das qualificações e a requalificação dos trabalhadores deve visar os jovens alunos, mas também os adultos, que são muitas vezes esquecidos. No que toca a este aspeto, o Governo criou programas de formação e ensino para adultos que incluem formação certificada por módulos, reconhecimento, validação e certificação de competências no programa Qualifica. Este tipo de certificação ajuda os trabalhadores a ganharem credibilidade e legitimidade no setor da Construção. Por último, as instituições de investigação e o próprio Setor estão a investir em formas de resolver a escassez de qualificações. O Portal da Construção Sustentável é uma iniciativa de uma equipa de profissionais com experiência na construção, arquitetura, ambiente e energia, que oferece cursos de formação e consultadoria no campo da construção sustentável a alunos e profissionais do Setor.
Este interesse pelo ensino e formação profissional também se insere na Tektónica - Feira Internacional de Construção e Obras Públicas, um dos principais eventos do setor da Construção em Portugal. No âmbito do programa do evento, a Academia Tektónica irá oferecer ações de formação e workshops sobre eficiência energética de edifícios para profissionais da Construção. A Tektónica - Feira Internacional de Construção e Obras Públicas terá lugar em Lisboa, de 8 a 11 de outubro de 2020.”  





Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.