20 / Setembro / 2020

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

JLL assessora Multi na venda do projeto Metropolis

24 de Janeiro de 2020 às 11:49:43

tamanho da letra:

Notícias

A consultora imobiliária JLL, através do seu departamento de Development, acaba de concluir a venda do Metropolis, um dos maiores projetos de promoção imobiliária previstos para a zona do Campo Grande, em Lisboa.

Envolvendo uma área bruta de construção acima do solo de 80.000 m², o projeto foi vendido pela Multi à Norfin, gestora de investimentos imobiliários. 
A JLL assessorou a Multi, tendo sido responsável pela preparação e condução de todo o processo de venda. 
Um dos grandes projetos estruturantes planeados para o eixo central de Lisboa, o Metropolis desenvolver-se-á no Campo Grande junto ao Estádio de Alvalade, sendo uma das intervenções contempladas para a regeneração de toda a zona onde, no passado, se erguia o antigo Estádio do Sporting Clube de Portugal, demolido há mais de uma década e meia. A primeira fase de desenvolvimento já está concluída, integrando uma componente de escritórios com o edifício sede da NOS, entretanto já alienado pela Multi a investidor institucional, numa operação também conduzida pela JLL.
O projeto agora transacionado dará continuidade aos planos esboçados para criar uma nova centralidade no Campo Grande, estando aprovada uma área de construção acima do solo de 37.600 m² de escritórios distribuídos por quatro edifícios, aos quais acrescem 30.250 m2 de habitação, num total de mais de 200 apartamentos repartidos por três edifícios, e, ainda, 12.150 m2 dedicados ao retalho, que comunicam com um grande espaço público central.
Acerca deste projeto, Gonçalo Santos, Head of Development da JLL Portugal, diz que, “tratando-se de um dos poucos projetos de construção nova de escritórios e habitação de grande escala previstos para o eixo central de Lisboa, ainda para mais junto a um dos maiores terminais intermodais de transportes, o processo de venda do Metropolis foi bastante concorrido, com o ativo a ser disputado por vários players nacionais e internacionais”. O mesmo responsável acrescenta que “o interesse que este ativo gerou vem confirmar a aposta de grandes investidores em projetos de maior escala e de construção nova, naquela que foi uma das tendências marcantes na promoção imobiliária em 2019 e que promete ser um motor do mercado imobiliário nos próximos anos”.
Em 2019, a JLL concluiu 21 transações de ativos para reabilitação e promoção, no valor de 281 milhões de euros e somando uma área de 287.000 m². Indicadores da dinâmica do mercado português, estes valores refletem um crescimento de cinco vezes face a 2018. 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.