17 / Setembro / 2019

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Obras da Escola Secundária Henrique Medina dentro dos prazos

03 de Julho de 2019 às 10:36:06

tamanho da letra:

Notícias

O presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira e a vereadora com o pelouro da Educação, Angélica Cruz, visitaram a obra de recuperação e ampliação da Escola Secundária com 3.º Ciclo Henrique Medina, de Esposende.

Aproveitando a pausa escolar para férias, os autarcas tiveram oportunidade para debater aspetos de pormenor da obra, orçamentada em 2,2 milhões de euros, aproveitando a presença da direção da escola, do arquiteto responsável pelo projeto, assim como o empreiteiro que está a realizar os trabalhos.
Esta obra é a primeira intervenção de fundo na única escola secundária do concelho de Esposende, construída há 38 anos. O projeto em execução, da autoria do arquiteto Marques Franco, prevê a substituição de todas as coberturas em fibrocimento, bem como a demolição do bloco oficinal existente. Está a ser construído, de raiz, um novo edifício que marca a entrada da escola, interligando os diferentes edifícios existentes. Aqui, além dos espaços interior e exterior de receção, funcionará uma sala de projeção, a biblioteca, a secretaria, o arquivo e a zona de atendimento a encarregados de educação. Na zona mais reservada, encontram-se os gabinetes da direção, assim como instalações sanitárias.
O atual refeitório será alvo de profunda remodelação, assim como o salão polivalente, conferindo uma maior valia funcional a todo o espaço, prevendo, ainda, novas instalações sanitárias.
As obras decorrem de um acordo estabelecido entre o Município de Esposende e o Ministério da Educação e Ciência, fixando-se o custo global em 2.217.152,00 euros e tendo 24 meses como prazo de execução.
Esta obra é financiada por fundos comunitários, no montante de 1.884.579 euros, através do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado), sendo a contrapartida pública nacional, no valor de 332.573 euros, correspondente a 15% do valor da obra, suportada, em partes iguais, pelo Município de Esposende e pelo Ministério da Educação e Ciência.
A obra chegou a estar prevista na quarta fase das intervenções definidas pela Administração Central, no âmbito do Programa de Modernização do Parque Escolar, com um orçamento estimado de cerca de 14 milhões de euros, mas não chegou a ser executada.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.