27 / Maio / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Fidelidade Property compra terrenos da antiga Feira Popular e constrói nova sede em Entrecampos

12 de Dezembro de 2018 às 11:54:47

tamanho da letra:

Notícias

A seguradora portuguesa de capital chinês arrematou na hasta pública hoje realizada pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) todos os lotes que compunham a antiga Feira Popular.

A venda rendeu à Câmara Municipal de Lisboa 238,5 milhões de euros, mais 85,5 milhões do que o esperado, a que se junta a alienação de um terreno na Avenida Álvaro Pais, por 35,4 milhões de euros, ou seja, um total de cerca de 274 milhões de euros.  A este propósito, o presidente da CML adiantou a decisão de promover uma alteração ao orçamento do município para que a receita extra “seja integralmente afeta à habitação para as classes médias”. Fernando Medina explicou que o objetivo é aplicar a receita excedente “na construção de habitação para as classes médias, para os jovens, para as famílias trabalhadoras, com filhos, que têm hoje dificuldade em encontrar essa casa”, e com rendas “que verdadeiramente as pessoas podem pagar”. O edil clarificou que ao valor da venda serão subtraídos as taxas e impostos a pagar posteriormente, pelo que o encaixe será de “mais de 300 milhões de euros”.

Novo passo para a concentração de serviços

A maior seguradora do mercado português vai construir a nova sede do grupo no local, concentrando numa única zona os vários serviços dispersos por vários edifícios da cidade, e conseguindo, desta forma, “proporcionar melhores condições de trabalho, mas também reforçar os seus rácios de eficiência”, acrescenta-se na referida nota de imprensa.
O projeto Nova Sede teve início há cerca de um ano, através de uma série de estudos de soluções que procuraram assegurar uma maior eficiência organizacional e a criação de melhores condições de espaço e bem-estar para os colaboradores e, ao mesmo tempo, dar continuidade à estratégia de afirmação da marca, o que passa por construir um edifício-sede em moldes inovadores, aberto à comunidade nas suas várias dimensões e vertentes, explica a Fidelidade
“A envergadura deste novo projeto imobiliário, que envolve escritórios, comércio e serviços, mas também habitação, irá certamente traduzir-se no potencial encontro com outros investidores e parceiros que, conjuntamente com a Fidelidade, tornarão este empreendimento um ícone da nossa cidade”, adiantam os novos donos dos terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa, acrescentando ainda que “este investimento imobiliário é mais um passo no processo de reconfiguração do portfolio imobiliário da Companhia, que reafirma, assim, o seu compromisso contínuo com Portugal, vincando a sua posição de grande investidora no País e, particularmente em Lisboa, num mercado com oferta presentemente muito reduzida”.

Luz verde à Operação Integrada de Entrecampos

A compra de todos os lotes acima referidos permitirá à Fosun, dona da Fidelidade, não só impulsionar a construção da nova sede do Grupo em Lisboa, mas também participar na Operação Integrada de Entrecampos, “projeto imobiliário verdadeiramente inovador e transformador para a cidade, que definirá uma nova centralidade, com alta criação de valor e visibilidade internacional”, destaca-se em comunicado. A Operação Integrada de Entrecampos prevê a construção de 700 fogos de habitação de renda acessível naquela zona da capital (515 construídos pelo município) e de um parque de estacionamento público na Avenida 5 de Outubro. A operação está orçada em 800 milhões de euros, dos quais 100 milhões serão responsabilidade do município. Nos terrenos da antiga Feira Popular vão nascer mais 279 habitações, que serão colocadas em regime de venda livre, e escritórios, que a autarquia prevê que levem à criação de 15 mil novos empregos.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.