19 / Dezembro / 2018

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

APCOR lança vídeos com depoimentos sobre as características inigualáveis da cortiça

16 de Julho de 2018 às 15:38:02

tamanho da letra:

Notícias

O arquiteto Carrilho da Graça recorda, num vídeo promocional da APCOR sobre a cortiça, o momento em que juntou bocadinhos deste material ao betão do novo terminal de cruzeiros de Lisboa.

“Criei betão com adição de cortiça quando fui alertado pelos engenheiros da equipa que estavam no limite absoluto de capacidade de carga das fundações”, relembra o arquiteto, para quem a cortiça é “um material de outro planeta (…). É um material extraordinário”. No seu depoimento, no vídeo intitulado “Novas aplicações”, Carrilho da Graça refere que “podemos ter um pedaço de cortiça debaixo de um peso de toneladas durante séculos e no dia em que retirarmos esse peso a molécula da cortiça volta à sua forma original. Eu acho uma coisa milagrosa e é quase o único material que faz isso.” O arquiteto recorda a seguir o momento em que juntou bocadinhos de cortiça ao betão do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa. “(…) as fundações já estavam feitas e quando estávamos a desenvolver o projeto os engenheiros da minha equipa disseram-me que estávamos no limite absoluto de capacidade de carga dessa fundações. Lembrei-me de desenvolver um tipo de betão com uma adição de cortiça e depois de muito trabalhado conseguimos um tipo de betão que mantém uma certa capacidade estrutural, o que é extremamente interessante e, para além disso, tem 40% menos de carga”, conclui.
O testemunho de Carrilho da Graças é apenas um de entre muitos outros, que constam de três vídeos que a APCOR – Associação Portuguesa de Cortiça acaba de publicar, com depoimentos inéditos sobre a relação da cortiça com o vinho, a arquitetura e design e a sustentabilidade (“Vinho e cortiça”, “Cortiça e sustentabilidade”, e “Novas aplicações”, onde participam alguns dos mais reconhecidos profissionais destas áreas, nomeadamente enólogos, produtores de vinho, arquitetos e designers.
No conjunto, a APCOR conseguiu reunir mais de 50 testemunhos de personalidades de referência mundial de várias áreas.
Em comunicado a APCOR salienta que “a relação destes profissionais com uma matéria-prima com características tão singulares, levam a cortiça e as suas aplicações a valores e patamares que vêm reforçar ainda mais o futuro deste setor”.
Já o designer japonês Keiji Takeuchi, que colabora para várias marcas internacionais, decidiu aplicar a cortiça numa peça desenvolvida de raiz, a “Tipsy”. Este é um suporte para uma garrafa de vinho vedada com cortiça, “onde a garrafa e o vinho passam um pelo outro” e que permite a “comemoração entre dois materiais ou elementos”.
No vídeo ‘Vinho e Cortiça’, o testemunho de vários enólogos, vitivinicultores, especialistas na área do vinho revela as razões que levam grandes caves mundiais a escolher a rolha de cortiça para vedar os seus vinhos.
Recorde-se que o setor da cortiça está a viver um período de grande expansão e de reconhecimento internacional. Esta preferência materializa-se em aumentos médios anuais das exportações na ordem dos 4,5%, durante os últimos 9 anos.
“A cortiça, um produto 100% natural, reciclável e reutilizável, pode ser uma excelente aliada e uma simbiose perfeita em várias áreas, permitindo assim desenvolver histórias com tradição”, defende a APCOR.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.