16 / Julho / 2018

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Candidaturas ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018 terminam a 16 de fevereiro

17 de Janeiro de 2018 às 11:44:09

tamanho da letra:

Notícias

A fase de candidaturas ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018 encerra no próximo dia 16 de fevereiro.

A concurso estarão projetos e intervenções de reabilitação urbana concluídos nos últimos dois anos (entre 1 de janeiro de 2016 e 31 de dezembro de 2017) e que não se tenham candidatado em edições anteriores. Procuram-se os melhores projetos de reabilitação de habitação, comércio & serviços, turismo e impacto social, além de serem atribuídas menções honrosas para os projetos que se evidenciam na reabilitação estrutural, eficiência energética e restauro, bem como nas intervenções com áreas inferiores a 1000 m2.
A um mês do final desta fase inicial, a organização está bastante confiante no sucesso da 6ª edição, que, acredita, dará continuidade ao percurso de crescimento sólido da iniciativa. Ao longo das cinco anteriores edições, candidataram-se ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana mais de 280 projetos de reabilitação em Portugal, tendo sido premiadas 42 intervenções Lisboa, Sintra, Oeiras, Cascais, Porto, Matosinhos, Braga, Guimarães, Melgaço, Coimbra, Évora e Carvoeiro.
Os vencedores a 6ª edição serão conhecidos na primeira quinzena de maio (em data ainda a anunciar) num evento de gala que este ano, pela primeira vez, ruma à cidade minhota de Braga. A lista final de candidatos será divulgada durante a V Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa, entre os dias 9 e 15 de abril, no Pátio da Galé, no Terreiro do Paço. Os vencedores serão eleitos por um júri independente composto por cinco personalidades de referência e que, no espírito de inovação da iniciativa, volta a renovar-se nesta 6ª edição, com as entradas dos arquitetos João Carlos Santos e João Santa-Rita. Compõem ainda o corpo de jurados o economista João Duque, o engenheiro João Appleton e o engenheiro e líder associativo Manuel Reis Campos.
O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana é organizado pela parceria Vida Imobiliária/Promevi, contando com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. Esta é uma iniciativa à qual a SECIL se associa de forma ampla e que reúne um vasto apoio do setor empresarial, institucional e da sociedade civil. Conta este ano também com o forte apoio da Câmara Municipal de Braga, cidade que será, pela primeira vez, a anfitriã da entrega do galardão. A Schmitt+Sohn Elevadores, a Savills Aguirre Newman, a Revigrés e a Sanitana são as empresas já confirmadas no apoio ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018.
O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana tem como propósito reconhecer, premiar e divulgar a excelência na renovação das cidades Portuguesas e afirma-se atualmente como a mais prestigiada distinção na área da reabilitação do edificado e requalificação dos territórios em Portugal. Foi lançado em 2013 e, em 2017, a sua mais recente edição, recebeu um número recorde de 81 candidaturas oriundas de 22 concelhos de Portugal.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.