18 / Novembro / 2017

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Governo garante investimentos 360 milhões de euros na ferrovia em 2018

07 de Novembro de 2017 às 17:07:55

tamanho da letra:

Notícias

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou que, em 2018, cerca de 800 quilómetros de vias ferroviárias estarão em execução ou com procedimento concursal em curso no âmbito do programa Ferrovia 2020.

“No próximo ano teremos obras no terreno em todos os principais eixos ferroviários, incluindo no Corredor Internacional Sul, para ligar o porto de Sines à Europa, ou na Linha da Beira Baixa, com vista à reabertura da ligação entre a Covilhã e a Guarda, encerrada há já uma década”, concretizou.
O anúncio foi efetuado numa audição sobre o Orçamento do Estado para 2018, na Assembleia da República, e durante a qual o mesmo governante destacou também que “a primeira grande obra”, que será lançada nos próximos três meses, vai completar o troço entre Évora e Elvas, num concurso avaliado em 70 milhões de euros. Trata-se, no caso, de construção de linha nova, “o mais importante investimento que temos de fazer no corredor Sines-Caia”, disse o ministro, acrescentando que no início de 2018 também será adjudicada a obra do concurso para modernizar a linha entre Elvas e a fronteira com Espanha.
Pedro Marques referiu que o Governo tem destinados 360 milhões de euros à ferrovia portuguesa, para infraestruturas e material circulante, e realçou as obras a realizar no trajeto Covilhã-Guarda, no valor de 65 milhões de euros, as renovações na Linha do Norte, as intervenções da Linha do Minho e o início de desnivelamentos na Linha do Oeste.
O ministro afirmou também que em 2018 será acelerado o programa de modernização do material circulante da CP e iniciado o programa de aquisição de novo material circulante da CP, com um custo estimado de 60 milhões de euros e com o objetivo de “reforçar a coesão territorial da rede”.
A conservação de infraestruturas da ferrovia existente, por seu turno, vai ser alvo de um concurso nas próximas duas semanas, com um investimento de 126 milhões de euros.
Sem os quantificar, Pedro Marques destacou ainda vários investimentos que estão e vão continuar a ser feitos na conservação de infraestruturas rodoviárias, os que serão realizados na área hospitalar ou na reabilitação de Centros de Saúde existentes e na construção de novos, a abertura de mais 70 novas salas da rede pré-escolar e o reforço do investimento na requalificação e equipamento das escolas.
Por fim, o governante referiu “crescimento muito acentuado do investimento da Administração Local e Regional, que superará os 2.100 milhões de euros”, essencialmente “investimentos públicos de proximidade,” em projetos como “a requalificação de escolas, do património cultural ou a reabilitação urbana das cidades e vilas.”


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.