17 / Julho / 2018

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Banco Europeu de Investimento apoia reabilitação urbana com 300 milhões de euros

13 de Setembro de 2017 às 15:11:17

tamanho da letra:

Notícias

O ministro das Finanças, Mário Centeno, e o vice-presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI), Román Escolano, assinaram a primeira parcela, no valor de 100 milhões de euros, de um empréstimo-quadro junto daquela instituição, que totaliza 300 milhões de euros, para apoiar a revitalização social e económica das áreas urbanas em Portugal.

O investimento “evidencia o empenho do Governo na mobilização de instrumentos que apoiem e incentivem o investimento público e privado de qualidade”, refere o gabinete do ministro das Finanças em comunicado, acrescentando que a verba está destinada ao Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas (IFFRU 2020) e faz parte de um plano de investimento que pode atingir os 1.400 milhões de euros.
No mesmo comunicado pode ler-se que o financiamento contratualizado ajuda a concretizar um dos principais eixos do Programa Nacional de Reformas: “a regeneração e a revitalização física, económica e social de zonas urbanas por todo o território nacional, promovendo a coesão regional e o desenvolvimento sustentável”.

Melhorar qualidade de vida

As zonas afetadas pela degradação vão ter prioridade e o objetivo é contribuir para melhorar a qualidade de vida em Portugal, ao reabilitar edifícios destinados a habitação, espaços públicos e infraestruturas localizadas em zonas residenciais, centros urbanos, frentes de água e antigas zonas industriais.
O programa inclui ainda o objetivo de aumentar a eficiência energética da habitação para particulares, prevendo “investimentos relevantes em medidas de eficiência energética, como parte da renovação dos edifícios, que irão contribuir para reduzir as emissões poluentes e atenuar as alterações climáticas”, refere por seu turno um comunicado emitido pelo BEI.

Reduzir dependência das importações

As instalações mais sustentáveis vão também fomentar o aumento da segurança do abastecimento energético em Portugal, reduzindo a dependência das importações.
O apoio à reabilitação urbana ajudará igualmente a fomentar o crescimento demográfico e económico, com os investimentos a contribuírem para o aumento da atração das zonas urbanas e destinos turísticos. O comunicado do BEI acrescenta que a execução deste projeto “irá implicar a contratação de cerca de 14.000 pessoas durante os trabalhos de construção”.
Nos mais de 40 anos que já soma como parceiro do nosso País, o BEI, refira-se, já concedeu mais de 45 mil milhões de euros para financiar projetos em Portugal.
A cerimónia de assinatura do empréstimo estiverema igualmente presentes o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, o secretário de Estado do Tesouro, Álvaro Novo, e a secretária de Estado da Habitação, Ana Pinho.

 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.