21 / Outubro / 2018

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Governo defende solução aeroportuária no Montijo

24 de Março de 2017 às 10:30:25

tamanho da letra:

Notícias

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou que o aeroporto complementar do Montijo “é uma solução que pode ser implementada em poucos anos e é sustentável do ponto de vista financeiro”.

As palavras foram proferidas pelo governante na sessão de abertura de um debate dedicado ao tema, organizado pela Ordem dos Engenheiros, em Lisboa, e são reproduzidas no site oficial do Governo. O ministro referiu que a sustentabilidade da obra é justificada com o financiamento de receitas aeroportuárias a aplicar “sem que as taxas aumentem para valores que ponham em causa a competitividade dos aeroportos de Portugal”.
Os estudos ambientais e a negociação com a ANA deverão estar terminados até ao final de 2018, pelo que a obra poderá arrancar em 2019, sendo objetivo do novo empreendimento “gerar uma solução que garanta “capacidade aeroportuária para várias décadas”.
Segundo Pedro Marques, “a expansão poderá gerar a prazo 20 mil novos postos de trabalho, diretos e indiretos, apenas no setor aeroportuário, para além dos resultados da atividade económica no geral”, acrescentou.
O ministro lembrou que a necessidade de expandir a capacidade aeroportuária de Lisboa é antiga e que “muitas soluções foram analisadas e discutidas”, mas “uma dificuldade histórica em gerar consensos e algum preconceito contra o investimento público impediram que fossem tomadas as decisões que são necessárias”.
A solução do Montijo, acrescentou, “permite o desenvolvimento harmonioso da Área Metropolitana de Lisboa, repartindo o desenvolvimento induzido pelo crescimento do tráfego aéreo pelas duas margens do Tejo”.
O Ministro reiterou que esta “é uma solução financeiramente comportável para o Estado, com condições para ser integralmente suportado através das receitas aeroportuárias, ao mesmo tempo que se asseguram taxas inferiores às do Aeroporto Humberto Delgado e dos principais aeroportos concorrentes”.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.