12 / Novembro / 2018

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Ministério da Saúde define boas práticas na contratação pública

19 de Janeiro de 2017 às 15:27:28

tamanho da letra:

Notícias

O ministro da Saúde emitiu um despacho com recomendações destinadas a mitigar o risco e a prevenir a violação dos princípios da transparência, concorrência e prossecução do interesse público, na área da contratação pública.

O Despacho n.º 851-A/2017, de 16 de janeiro, estabelece um conjunto de princípios e procedimentos de boas práticas a adotar pelos conselhos de administração das entidades públicas empresariais sob tutela e superintendência do Ministério da Saúde na contratação pública.
De entre as boas práticas apresentadas no diploma, constam:
- a centralização da aquisição de bens e serviços e empreitadas, num único departamento;
- a tramitação dos ajustes diretos ou procedimentos ao abrigo dos Acordos quadro em plataformas eletrónicas de contratação pública;
- a certificação de que os colaboradores envolvidos nos procedimentos de contratação pública têm formação adequada para o planeamento e instrução dos procedimentos de contratação, em conformidade com a legislação em vigor;
- o planeamento rigoroso e atempado das necessidades da entidade, obviando prorrogações e contratações por ajuste direto à mesma entidade;
- a adoção de procedimentos de controlo interno suscetíveis de evitar desconformidades e reduzir o risco de ocorrência de erros e omissões;
- a elaboração, no prazo de 6 meses, de um manual de procedimento com identificação de boas práticas para a área da Contratação Pública;
- a realização de pagamentos decorrentes de procedimento por ajuste direito após evidência da publicitação do respetivo contrato no portal dedicado aos contratos públicos.

Na divulgação que faz deste diploma, no seu site oficial, o IMPIC salienta que “as boas práticas aqui apresentadas são, com as necessárias adaptações, replicáveis na generalidade das organizações que efetuam compras públicas.”

 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.