20 / Julho / 2018

Sexta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Estação Sul e Sueste vai dar lugar a novo terminal de atividade marítimo-turística

08 de Setembro de 2016 às 11:41:37

tamanho da letra:

Notícias

A Câmara Municipal de Lisboa vai reabilitar o edifício da Estação Sul e Sueste e transformar este espaço num terminal de atividade marítimo-turística.

A cerimónia de assinatura do protocolo de cedência do edifício, pelo Estado, à Câmara Municipal de Lisboa (CML), decorreu no passado dia 7 de setembro. Na altura, o presidente da autarquia, Fernando Medina, referiu que esse ato “marca o último passo no amplo projeto da requalificação da frente ribeirinha, do Cais do Sodré a Santa Apolónia, e da devolução do Tejo à cidade e aos lisboetas”.
Com conclusão prevista para final de 2017 e um investimento total de sete milhões de euros, a requalificação da Estação Sul e Sueste prevê a criação de um terminal marítimo-turístico para embarcações de recreio, assim como a instalação de dois restaurantes, novas bilheteiras e infraestruturas de apoio e uma Lisbon Shop com produtos regionais, pode ler-se no site da CML.
O projeto contempla ainda a instalação de esplanadas, a reconstrução do muro das namoradeiras com construção de um novo pontão e a requalificação de toda a zona envolvente entre o Cais das Colunas e a zona junto ao Ministério das Finanças.
O projeto de reabilitação da Estação Sul e Sueste é da responsabilidade de Ana Costa, neta do arquiteto Cottinelli Telmo, que concebeu o projeto original do monumento, construído entre 1929 e 1931.  Esta recuperação tem, para o presidente da CML, um segundo objetivo: o de virar a cidade para o Tejo. Nas suas palavras “esta nova centralidade vai permitir a ligação entre a Doca de Belém e a da Expo, assim como uma maior ligação entre as duas margens do rio através de um sistema estruturado de oferta turística e de lazer ao serviço da cidade, da região e acima de tudo dos cidadãos”.
O protocolo de cedência do espaço foi assinado pelo presidente da CML, pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, e pelo ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques.
Mário Centeno reforçou que este protocolo é mais uma etapa na requalificação da frente ribeirinha e na devolução dos edifícios públicos aos cidadãos.
Também presente na já referida cerimónia esteve o presidente da Associação de Turismo de Lisboa,  Vítor Costa, a quem coube a apresentação do Projeto Estação Sul e Sueste.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.