16 / Dezembro / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Ultracoustic e Urbanscape surpreendem na Concreta 2015

26 de Novembro de 2015 às 22:15:07

tamanho da letra:

Notícias

Soluções mais ecológicas e económicas, que garantam conforto e durabilidade. Esta é a tendência de procura do mercado para os próximos anos. Este é o feedback da Concreta 2015, mais especificamente dos visitantes que, entre os dias 19 e 22 de novembro, conheceram duas das principais soluções da Knauf Insulation: o Ultracoustic e o Urbanscape, no stand da Blink House/4Archi Arquitectura.

A apostar na construção em LSF (aço leve) e Casas Modulares, a Blink House/4Archi Arquitectura faz um balanço extremamente positivo da feira, do interesse pelo sistema construtivo e pelos produtos Knauf Insulation que tinham em apresentação. "Percebemos claramente durante a nossa exibição na Concreta que as pessoas, empresas e particulares procuram meios alternativos à construção convencional em alvenaria, que confiram os melhores índices de isolamento térmico e acústico, assim como a melhor solução em termos ecológicos e maior durabilidade. Assim, o feedback obtido sobre o Ultracoustic e o Urbanscape foi claramente positivo. O efeito destes materiais nas nossas construções é, sem dúvida, uma mais-valia para a eficiência que conferimos a nível acústico, com o Ultracoustic, assim como extremamente apelativo visualmente, com o Urbanscape. No caso deste último, suscita mais interesse a componente estética, assim como a sua leveza e necessidade de pouca manutenção comparativamente a outros sistemas idênticos", reforça o arquiteto Gilberto Machado, da 4Archi.
A Knauf Insulation tem como pilar empresarial e de produção a sustentabilidade. Prova disso é a utilização da tecnologia ECOSE®, sem formaldeídos, e baseada em materiais rapidamente renováveis que substituem os componentes químicos derivados do petróleo. Tanto os painéis Ultracoustic (lã mineral para isolamento), como o Urbanscape (solução completa de cobertura ajardinada), têm pressupostos ecológicos e económicos na sua base. A título de exemplo, os painéis Ultracoustic são incombustíveis e estão classificados como produtos não hidrófilos, enquanto o UrbanScape reduz o calor produzido, faz a depuração das águas pluviais e contribui para um ar mais puro com a redução de CO2 (1m² de cobertura verde pode absorver 5 Kg de CO2 por ano).
"A tendência é claramente a procura cada vez mais acentuada de materiais mais ecológicos e económicos. Acredito que, dentro de muito pouco tempo, as construções a seco serão a prioridade para quem quer construir, precisamente pelas questões de eficiência energética, rapidez de execução e por ser muito mais ecológica e económica", finaliza o Arquiteto Gilberto Machado.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.