24 / Outubro / 2019

Quinta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Estudo da UE confirma FIEC como principal parceiro social europeu sectorial da Construção

09 de Outubro de 2015 às 16:02:23

tamanho da letra:

Notícias

Depois de mais de 2 anos de pesquisa, o Eurofound publicou o seu estudo sobre "representatividade" no Comité do Diálogo Social Europeu no Setor da Construção.

Este estudo, que faz parte do processo de revisão periódica da Comissão Europeia, abrange os parceiros sociais a nível europeu (FIEC e a EFBWW) e a nível nacional, bem como outras organizações que tenham solicitado serem ouvidas.
O estudo proporciona uma análise em profundidade dos países da EU 27 e confirma, nas suas conclusões, que, "do lado do empregador, a FIEC, com o seu vasto número e proveniência de membros no que diz respeito ao setor da Construção e a sua forte organização em relação a todo o Setor, pode ser considerada o principal representante dos negócios da totalidade do Setor". Entre outros aspetos, este estudo destaca que, através das suas filiais nos diferentes Estados-Membros, a FIEC representa, sem discriminação, empresas de todas as dimensões, incluindo microempresas, PME, empresas familiares e grandes empresas internacionais, cobrindo 56,1% de todos os trabalhadores na indústria da Construção.
A FIEC louva a publicação deste estudo factual, que, segundo afirma em comunicado, “deve permitir o esclarecimento de algumas declarações erróneas regularmente proferidas sobre estas questões”.
A FIEC considera também esta repetida confirmação do seu papel em estudos sobre a representatividade na UE um reconhecimento, que frisa o valor das iniciativas e ações levadas a cabo durante mais de 25 anos com o seu homólogo representante dos trabalhadores, a Federação Europeia da Construção e da Madeira (EFBWW) âmbito do que mais tarde se tornou o Diálogo Social Sectorial da EU. “Ao mesmo tempo, esta confirmação também motiva FIEC e suas Federações membros nacionais a manterem esta colaboração construtiva e bem sucedida para o benefício da indústria europeia da Construção”, conclui-se no referido comunicado.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.