25 / Agosto / 2019

Domingo

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

André Tavares vence Prémio Fernando Távora com síntese da cultura arquitetónica europeia

10 de Abril de 2015 às 11:50:32

tamanho da letra:

Notícias

A proposta de “um percurso por edifícios e edições originais de livros em Roma, Vicenza, Paris e Londres” valeu a André Tavares a 10ª edição do Prémio Fernando Távora, anunciado esta semana no salão nobre da Câmara Municipal de Matosinhos.

O arquiteto doutorado pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto propõe-se, “através da história do livro de arquitetura, sintetizar a cultura arquitetónica europeia”.
O prémio foi decidido por unanimidade pelo júri, presidido pelo escritor Valter Hugo Mãe, e constituído também pelos arquitetos José Manuel Botelho, João Luís Carrilho da Graça e Pedro da Rocha Vinagreiro, além de Luísa Távora, em representação da família do arquiteto Fernando Távora.
Para os membros do júri, a proposta de André Tavares distingue-se “por uma profunda originalidade”. Luísa Távora, que anunciou o vencedor, referiu que “a candidatura de André Tavares apresenta, de forma enxuta e rigorosa, os seus propósitos, convencendo o júri, por unanimidade, da sua exequibilidade, bem como do valor intrínseco desta perspetiva”.
André Tavares passou pela École Polytechnique Fédérale de Lausanne, a Accademia di Architettura di Mendrisio e o Centre d’archives d’architecture du XXème Siècle – Institut Français d’Urbanisme. Tem atividade esporádica como arquiteto e publica com regularidade artigos de crítica, teoria e história da arquitetura, além de ser autor de vários livros. Atualmente é coordenador editorial da Dafne Editora e Comissário Geral da Trienal de Arquitetura de Lisboa 2016.
Com o valor pecuniário de seis mil euros, o Prémio Fernando Távora, que na edição deste ano contou com 23 candidaturas, é uma bolsa de viagem que, no caso de André Tavares, vai levá-lo a passar por cidades de França, Itália e Reino Unido. O resultado desta viagem será apresentado, como habitualmente, no Dia Mundial da Arquitetura que, este ano, se celebra a 5 de outubro.
O Prémio Fernando Távora tem como principal objetivo perpetuar a memória do arquiteto que sempre realçou a importância da contribuição da viagem e do contacto direto com outras realidades na formação e desenvolvimento da cultura de todos os arquitetos.
Esta é uma distinção anual destinada a arquitetos membros da Ordem, sendo organizado pela Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos, em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos e a Casa da Arquitectura. O prémio, que vai já na 10.ª edição, distinguiu até agora os arquitetos Nelson Mota, Sílvia Benedito, Maria Moita, Cristina Salvador, Armando Rabaça, Marta Pedro, Paulo Moreira, Sidh Mendiratta e Susana Ventura.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.