19 / Outubro / 2019

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Casas usadas representaram mais de 70% das vendas na Área Metropolitana do Porto em 2013

06 de Junho de 2014 às 15:27:35

tamanho da letra:

Notícias

Cerca de 73% das vendas habitacionais realizadas em 2013 pela pool de empresas que integra o SIR – Sistema de Informação Residencial para a Área Metropolitana do Porto em 2013 foram de casas usadas e o seu valor médio de venda rondou 732€/m2.

Segundo a Confidencial Imobiliário, entidade que gere e analisa esta base estatística, no segmento de habitação nova, o preço médio de venda em 2013 cifrou-se em 1.093€/m2, ou seja, mais 49% do que o preço de venda das casas usadas. No acumulado do ano passado, estas empresas concretizaram um total de 1.121 transações de casas nesta região.
De acordo com a Confidencial Imobiliário, o preço médio de venda das casas novas na Área Metropolitana do Porto apresentou uma tendência crescente ao longo do ano, enquanto que o preço das casas usadas seguiu a tendência contrária, o que resultou num aumento do prémio dos novos face aos usados, indicador que no início do ano era de 34% e que encerrou o ano, como já referido, nos 49%.
Nos concelhos do Porto, Gaia e Matosinhos, que lideraram em termos de absorção, o diferencial entre o preço médio de venda das casas novas e das casas usadas encerrou o ano também em níveis elevados, atingindo os 88% no Porto e os 59% em Gaia. Em Matosinhos, essa diferença foi menor, ficando-se nos 36%. O preço médio de venda das casas novas no Porto, Gaia e Matosinhos no 4º trimestre de 2013 era de, respetivamente, 1.740€/m2, 1.200€/m2 e 1.283€/m2.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.