26 / Agosto / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Autarcas e população do litoral alentejano exigem conclusão das obras na A26/IP8 e ER 261-5

18 de Maio de 2014 às 11:41:42

tamanho da letra:

Notícias

Uma extensa coluna de automóveis desfilou ontem pela Estrada Regional 261-5, em Vila nova de Santo André, reclamando do Governo uma rápida solução para as obras inacabadas na A26/IP8 e ER 261-5.

O protesto foi antecedido por uma Assembleia Municipal extraordinária da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, durante a qual foi aprovada uma moção por unanimidade e aclamação, exigindo a reposição das condições de segurança na ER 261-5 e o retomar das obras na A26/IP8, logo que estejam reunidas as condições financeiras.
“Esperemos que agora o Governo olhe com outra visão para este problema e que o resolva o mais rapidamente possível, que é isso que as pessoas esperam”, referiu na ocasião o presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, que pondera, inclusive, “recorrer à via judicial”. O edil voltou a relembrar a localização nevrálgica dos troços em causa: “estamos numa zona fundamental, numa cidade onde vivem mais de 10 mil pessoas, em que a esmagadora maioria utiliza esta estrada para poder ir trabalhar para o Complexo Industrial e Portuário de Sines. Três anos é mais do que suficiente para resolver este problema (…)”, concluiu.
Jaime Cáceres, presidente da Junta de Freguesia de Santo André, reforçou a necessidade de solucionar rapidamente o problema que afeta os cerca de 70% dos locais que trabalham no Complexo Industrial e Portuário de Sines e aposta em “abanar um pouco as consciências e a sensibilidade das pessoas na Estradas de Portugal”.
As questões relacionadas com a falta de segurança na circulação foram as mais destacadas pela população, automobilistas e governantes locais, incluindo os presidentes da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, e da Assembleia Municipal de Grândola, Rafael Rodrigues, em representação de dois municípios vizinhos que também estão a ser afetados pela situação.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.