20 / Novembro / 2019

Quarta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Rendas crescem no Porto pela primeira vez desde 2011

14 de Novembro de 2013 às 14:51:58

tamanho da letra:

Notícias

Com uma valorização trimestral de 1,1% no 2º trimestre de 2013, as rendas das casas no Porto cresceram pela primeira vez desde o 4º trimestre de 2011, revela o Índice de Rendas Confidencial Imobiliário.

Esta recuperação na performance trimestral teve um impacto positivo na taxa de variação homóloga, com as rendas habitacionais a apresentarem, no 2º trimestre deste ano, um crescimento de 0,5% face ao mesmo trimestre do ano passado. Esta situação, note-se, ocorre após cinco trimestres de desvalorizações homólogas, que oscilaram entre 1,2% e 2,6%.
O comportamento do Índice no Porto foi semelhante ao verificado quer no total do mercado nacional (Portugal Continental), quer em Lisboa.
De acordo com os dados da Confidencial Imobiliário, no 2º trimestre de 2013, as rendas habitacionais em Portugal cresceram 0,8% face ao trimestre anterior, interrompendo um ano de quebras trimestrais contínuas e progressivamente acentuadas. Este desempenho refletiu-se na taxa de variação homóloga, que apesar de se manter negativa no 2º trimestre de 2013 (em -1,0%), apresentou uma melhoria de 1,2 pontos percentuais.
Em Lisboa, a nota também foi de valorização das rendas, com um crescimento de 0,6% no 2º trimestre de 2013 face ao trimestre anterior, igualmente observando uma interrupção das quedas trimestrais verificadas no último ano. Em termos homólogos, a variação das rendas no 2º trimestre de 2013 foi de -1,9%, evidenciando uma recuperação de 0,8 pontos percentuais face à taxa homóloga registada no 1º trimestre do ano.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.