23 / Setembro / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Negócios crescem na edição de 2013 do SIL

15 de Outubro de 2013 às 15:21:31

tamanho da letra:

Notícias

Finda mais uma edição do SIL -Salão Imobiliário de Portugal, que decorreu de 9 e 13 de outubro, em simultâneo com a Intercasa, na FIL, a AIP – Feiras Congressos e Eventos contabilizou a entrada de mais de 35 mil visitantes, entre profissionais e público.

Mas, mais do que o número de visitantes alcançado, a organização dos salões salienta “o dinamismo e a interação que marcaram ambos os eventos, capitalizando-os enquanto espaços privilegiados de desenvolvimento de sinergias e concretização de negócios”.
Com mais de 230 empresas presentes –130 representados na Intercasa e LxD – Lisboa Design Show e cerca de 100 participantes no SIL – o maior recinto de exposições da capital foi palco para o melhor que, em termos de design e inovação, se faz em Portugal na área da decoração, mobiliário e moda, proporcionando, para além da mostra em si, uma série de iniciativas como workshops, desfiles, concursos de talentos, seminários e conferências, assim como trouxe  ao País mais de 60 investidores estrangeiros de mercados tão diversos como os países da CPLP, China, França e Reino Unido, dando a conhecer a oferta portuguesa de imobiliário, com destaque nesta 16ª edição do SIL para os projetos de reabilitação.
A realização de negócios está na génese de ambos os salões. No caso do SIL 2013, iniciativas como as rodadas de negócios ou speed networking entre empresas e investidores estrangeiros trouxeram novas perspetivas de negócio para os mais de 150 empresários participantes que se mostraram no fim do salão confiantes com os contactos efetuados, afirma a organização do Salão em comunicado.

Reuniões de networking aumentaram

A convite da organização e com o apoio da Câmara de Comércio e Indústria Luso Chinesa e do CIMLOP - Confederação da Construção e do Imobiliário de Língua Oficial Portuguesa, estiveram presentes no SIL mais de 60 investidores estrangeiros. Entre estes destaca-se a presença, pela primeira vez, de uma delegação de investidores chineses - atualmente responsáveis pela maioria do investimento imobiliário em Portugal – e de quase meia centena dos investidores oriundos dos países da CPLP.
A presença destes investidores trouxe novo fôlego e positivismo ao certame tendo motivado a realização de cerca de 750 reuniões no espaço Speed Networking, no qual participaram mais de 150 empresários portugueses do setor do imobiliário, interessados em fazer novos contactos e promover os seus negócios além-fronteiras. No balanço das reuniões, a organização e expositores mostraram-se esperançosos quanto ao futuro do imobiliário português havendo boas perspetivas de negócio face aos contactos estabelecidos.

Reabilitação ainda em foco

Também as Conferências da 16ª edição do SIL, focadas na Reabilitação e na Internacionalização, registaram uma forte adesão por parte dos profissionais do Setor. Na conferência “Imobiliário, Investimento e Reabilitação Urbana”, integrada na iniciativa “Semana do Investimento e da Reabilitação Urbana”, foram apresentados indicadores e também alguns casos de sucesso da reabilitação urbana em Portugal, demonstrativos de que esta deve ser uma fileira de oportunidades a explorar por empresas e organismos públicos.
No âmbito desta iniciativa a Fundação AIP, através da AIP-Feiras Congressos e Eventos, com a colaboração da Câmara Municipal de Lisboa (CML) e do IHRU - Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana e com o apoio estratégico da CIMLOP, levaram alguns dos investidores da CPLP a visitar obras em reabilitação ou já reabilitadas na cidade de Lisboa, dando exemplo das boas práticas implementadas e da segurança do investimento.
Por outro lado, a conferência “O papel preponderante da CPLP no panorama imobiliário internacional e a ligação ao Oriente” reuniu na FIL personalidades ligadas ao setor do imobiliário mas também representantes governamentais dos vários países presentes no SIL, num espaço de reflexão e debate a propósito das perspetivas e oportunidades de internacionalização nos mercados da CPLP mas também na ligação ao Oriente, nomeadamente, China e Macau.

Prémios e oportunidades

Outro momento alto do Salão Imobiliário de Lisboa continuou a ser a atribuição dos Prémios SIL. Este ano foram entregues 8 Distinções e 12 Prémios.
Uma das novidades foi a atribuição do Carreira Arquiteto 2013, entregue a João Paciência.
A reabilitação continuou aqui a merecer especial destaque, tendo sido distinguidos projetos em 4 sub-categorias: Liberdade 240 – Edifício Cartier, da Largetoile, Atelier-Museu Júlio Pomar, da CML, Ribeira das Naus, da CML, Vila Moura, da Infra-Moura, e Central Station, da Habitat Vitae.
Para o público, para além da área de exposição onde os visitantes tiveram possibilidade de conhecer novos projetos imobiliários e soluções para compra e arrendamento também os leilões imobiliários registaram o interesse de visitantes e investidores, tendo sido licitados cerca de 50% dos imóveis em carteira.  Destaque ainda para a Bolsa de Arrendamento, que continuou a registar uma forte adesão por parte do público visitante, disponibilizou cerca de 4.000 imóveis, de habitação, escritórios, lojas e armazéns, para arrendar, entre os 98 euros e os 3.000 euros, de Norte a Sul do País.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.