23 / Setembro / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Nova técnica de fabricação de cimento baixa consumo energético e emissões de C02

04 de Setembro de 2013 às 15:29:20

tamanho da letra:

Notícias

Investigadores da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de Setúbal (ESTBarreiro/IPS) anunciaram ter desenvolvido uma nova técnica para fabricação do cimento através da combinação de resíduos industriais, utilizando ferramentas e conceitos avançados, capazes de reduzir substancialmente o consumo energético das fábricas de cimento e as emissões de C02 em cerca de 30%.

Segundo os professores Ana Armada Brás e Pedro Faustino, responsáveis pelo projeto, “este processo permite reconverter resíduos industriais em adições cimentícias, obtendo desempenho equivalente ou melhorado face ao clínquer”.
Segundo informa em comunicado a ESTBarreiro/IPS, “o estudo tem mostrado que é possível melhorar o desempenho em estado fresco e endurecido de misturas de base cimentícia em campos como os dos betões, argamassas e caldas de injeção”.
A abordagem tem como princípio aumentar a proporção de resíduos industriais - como cinzas de biomassa, cinzas de fundo e escórias de aciaria das indústrias termoelétrica e siderúrgica - consideradas “adições não convencionais”, na formulação do cimento Portland, através da adição de dispersantes orgânicos capazes de afastar as partículas de material e reduzindo o consumo de água na mistura com o clínquer”.
A técnica é baseada em modelos reológicos definidos em função da fração granular das argamassas e betões, obtendo-se misturas otimizadas e de boa trabalhabilidade, com positivo desempenho do ponto de vista da durabilidade.
Os materiais resultantes apresentam desempenho positivo quanto à durabilidade, comprovado experimentalmente e de acordo com a estimativa de vida útil dos modelos matemáticos mais recentes.
A ESTBarreiro/IPS está a negociar parcerias com a indústria para aperfeiçoar e transferir a nova técnica.

 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.