07 / Dezembro / 2019

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Notícias ver todas os artigos desta secção

Nova tecnologia Siemens permite detetar falhas energéticas em edifícios

16 de Abril de 2013 por Lurdes Neto às 15:41:25

tamanho da letra:

Notícias

A Siemens acaba de lançar um novo processo que deteta por via de radiação térmica perdas de energia provocadas por transformadores defeituosos, interruptores, instalações solares, e permite localizar líquido e fugas de gás em sistemas de tubulação. A nova tecnologia deteta também o mau isolamento e a existência de humidade.

Para esta tecnologia de deteção apenas são necessárias fotografias digitais do local a monitorizar. Por exemplo, um avião-robô não tripulado com câmara acoplada pode sobrevoar o terreno da fábrica a monitorizar e recolher as imagens. Com imagens das diversas perspetivas é possível produzir uma imagem tridimensional do local. Quando uma câmara de imagem térmica regista os dados, o modelo passa a utilizar uma imagem codificada por cores, para indicar a temperatura dos componentes individuais do local.
Na posse de toda a informação, passa a ser possível detetar, por exemplo, componentes superaquecidos, canos com vazamento e isolamentos pobres. O processo aéreo de inspeção térmica reduz a quantidade de tempo necessário para a gravação e análise de dados considerados importantes.

Inspeção térmica em contexto de construção e outros cenários urbanos

A Siemens explica em comunicado que “a apresentação tridimensional é especialmente benéfica, uma vez que a imagem permite identificar irregularidades, tais como pontos de acesso, que são imediatamente visíveis. O modelo 3D localiza exatamente esses pontos e permite ao perito determinar instantaneamente se está em presença de uma falha”.
A fábrica da Siemens, em Graz, na Áustria, foi uma das primeiras infraestruturas a ser estudada. Através de um sensor, juntaram-se imagens térmicas que automaticamente criaram um modelo 3D. “Este modelo 3D dos edifícios mostrou claramente as diferenças de temperatura ao longo da fachada, pelo que significativas diferenças térmicas foram imediatamente evidentes”, salienta-se no mesmo documento.
Segundo a Siemens, “esta tecnologia tem aplicação para além dos cenários de construção, mostrando também a sua relevância para o meio urbano em geral, em especial em cenários abertos. Através desta tecnologia a geometria de uma cidade inteira pode ser registada em fotografia digital, imagem de satélite e/ou ao nível do solo”.
Atualmente este método é já utilizado para monitorizar a construção do novo Aspern Lakeside, em Viena. Os dados recolhidos ao longo de vários anos ajudam a visualizar o desenvolvimento urbano e o conhecimento obtido a partir destes pode ser usado para simular o futuro energético. Por exemplo, se os dados térmicos ficaram registados, os coeficientes térmicos dos edifícios podem ser rastreados e utili-ados para fins de otimização.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.