21 / Agosto / 2018

Terça

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Acontecimentos em agenda ver todas os artigos desta secção

AIP e aicep preparam Tektónica Moçambique

01 de Junho de 2018 às 12:18:09

tamanho da letra:

Agenda

A Fundação AIP organiza, de 27 de agosto a 2 de setembro, com o apoio institucional da aicep e do programa Portugal 2020, a Tektónica Moçambique no Pavilhão de Portugal e no âmbito da FACIM 2018.

 FACIM é uma feira multissectorial com periodicidade anual, classificada como o maior evento comercial de dimensão internacional em Moçambique. No âmbito da Tektónica Moçambique, as empresas do setor da Construção terão especial destaque dentro do Pavilhão de Portugal.
A feira apresenta-se como uma oportunidade para as empresas portuguesas contactarem diretamente com os principais agentes e decisores no mercado da Construção, Imobiliário, Energia, Ambiente, Segurança e Decoração em Moçambique.
O facto de se realizar no âmbito da FACIM é, diz a organização, “uma grande mais-valia, pois permite contactos de negócios com as empresas de vários países presentes nos seus stands”.
O setor da Construção é um dos principais motores do desenvolvimento da economia moçambicana, com investimentos em infraestruturas, transportes, redes de distribuição de água, exploração mineira, energia e comunicações, imobiliário residencial e comercial, escritórios, turismo e restauração, entre outros setores.
A presença oficial de Portugal na FACIM é já tradicional, tendo ao longo dos anos sido frequentemente reconhecida pelo seu contributo no desenvolvimento da Feira Internacional de Maputo.
Moçambique é uma das economias com maior potencial na região e, após cerca de dois anos de alguma contenção, começa a apresentar sinais de novos investimentos que terão repercussão em toda a atividade económica.
“O trabalho contínuo que a Fundação AIP desenvolve com o governo Moçambicano, e em estreita articulação com a aicep, potencializa as relações comercias/negócios entre as empresas portuguesas, moçambicanas e da África Austral, pois a posição geográfica invejável de Moçambique, voltada para as economias do subcontinente indiano e do sudoeste asiático, responsáveis por parte considerável do comércio internacional, fazem de Moçambique a grande porta de entrada e saída de grande parte do comércio com a Africa Austral”, salienta a organização da Tektónica Moçambique.
A participação portuguesa na FACIM está enquadrada no Projeto Conjunto Portugal 2020 SI Internacionalização de PME nº 26537.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.